Não sei falar de outra coisa quando as flores chegam ao sono dos teus lábios

Data 23/06/2019 11:54:42 | Tópico: Poemas

.

Se

eu hoje fosse atrás de ti, corria.

Não demorava a saliva dos laços.

Dizia-te que o amor era simples.

Depois não pensava muito nele,

dava-to. E chegava ainda

com as cem ruas de linho e de sono que tenho dirigidas

para o mar




Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=344384