https://www.poetris.com/
Poemas : 

Não sei falar de outra coisa quando as flores chegam ao sono dos teus lábios

 
.

Se

eu hoje fosse atrás de ti, corria.

Não demorava a saliva dos laços.

Dizia-te que o amor era simples.

Depois não pensava muito nele,

dava-to. E chegava ainda

com as cem ruas de linho e de sono que tenho dirigidas

para o mar



Eugénio Trigo

 
Autor
TRIGO
Autor
 
Texto
Data
Leituras
165
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
TRIGO
Publicado: 23/06/2019 11:57  Atualizado: 23/06/2019 11:57
Colaborador
Usuário desde: 26/01/2009
Localidade: Cabeça-Boa - Torre de Moncorvo
Mensagens: 2299
 Re: Não sei falar de outra coisa quando as flores chegam ...