Violaram as Violetas

Data 21/10/2019 21:55:40 | Tópico: Poemas

Assiste ao movimento dos cometas,
sua elíptica volta invisível
pelo platônico Mundo Sensível,
Pela órbita oblíqua destes planetas.

Assiste, assassino das violetas,
morre murcha uma murta imarcescível
trincada a lente do sonho possível
No jardim que estava sem borboletas.

Vê? Quanto prazer pretende ganhar-te
assistindo espetáculo específico
Quando desaparece anã estrela?

Sei que te invade vontade de sê-la.
Sei, porém, falta-te todo um Pacífico
quando, em um discurso, falta-te aparte.



Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=346314