https://www.poetris.com/
Poemas : 

Violaram as Violetas

 
Assiste ao movimento dos cometas,
sua elíptica volta invisível
pelo platônico Mundo Sensível,
Pela órbita oblíqua destes planetas.

Assiste, assassino das violetas,
morre murcha uma murta imarcescível
trincada a lente do sonho possível
No jardim que estava sem borboletas.

Vê? Quanto prazer pretende ganhar-te
assistindo espetáculo específico
Quando desaparece anã estrela?

Sei que te invade vontade de sê-la.
Sei, porém, falta-te todo um Pacífico
quando, em um discurso, falta-te aparte.


Gyl Ferrys

 
Autor
Gyl
Autor
 
Texto
Data
Leituras
48
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.