O TETRAGRAMA I (A criação do caos)

Data 30/03/2009 14:26:27 | Tópico: Poemas -> Reflexão

Em sete foram os dias
E em sete fincaria a era do aprendizado
Criaste em seis o perfeito
Para no sétimo surgir algo de novo
Em si próprio...
Criaste o belo, o exuberante
Criaste o terno e o inebriante
Extasiavas-me os sentidos
Com a pureza do equilíbrio simbiótico
Da Vida.
Criaste puro, lírico e simplório
E para felicitar o instinto de justiça
Não negaste o contraditório,
Brindaria a rebeldia da indagação
Com a alegoria mais distinta da discórdia
O Dom que não seria criado,
Mas aprendido -
A Misericórdia...

O início de uma saga.



Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=76318