https://www.poetris.com/
   Todas as mensagens (sendoluzmaior)


(1) 2 3 4 ... 103 »


Re: A respeito do teu deus - politeísmos
Muito Participativo
Membro desde:
1/5/2012 3:18
De Belo Horizonte
Mensagens: 93
Rogério fiquei uns dias sem entrar no site, mas gostei muito do que colocou aqui. Quando menino eu era sacristão, ajudava o Padre na missa, após a celebração ele era nosso convidado para o almoço. Tinha a forte convicção de que seria padre. Um dia o pároco me chama para conversar e me diz com muita cautela, que ia largar a fé e se casar. Minha vontade de ser padre desmoronou com isso e já fui logo arrumar uma namorada. E ficou dentro de mim a pergunta? Como um sacerdote do próprio Deus podia trocar ele por uma mulher?
Contudo fiz o mesmo.
Apesar de tudo, o caminho que o padre escolheu era Deus, o Caminho que escolheste era Deus. Seja qual for o caminho escolhido levará o ser a evolução.
Se quiser, como ando sem tempo para vir aqui, me manda seu email via MP e te envio meus argumentos, um livro sem revisão, mas cheio de conteúdo. Abraço

Criado em: 10/6 19:17
_________________
No desamparo familiar surge a luz do acolhimento.
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Multiverso
Muito Participativo
Membro desde:
1/5/2012 3:18
De Belo Horizonte
Mensagens: 93
Fiquei muito emocionado, te respondo com água nos olhos, o que ocorreu com você é verdade diária para mim. Quando menino eu tinha de ficar calado, pois na década de 60 falar de espírito era pecado mortal. O capeta tinha costas largas para tudo. Tudo que via nos sonhos confrontava a minha realidade. Era meu aniversário tinha saído do exército e entrado para polícia. Na noite anterior sonhei com uma moça muito bonita, eu estava namorando com ela e lhe mostrando minha cidade. Ao final do dia a levei para rodoviária, ela tinha vindo na casa da irmã e era seu ultimo dia, dei-lhe um beijo cinematográfico, ela subiu no ônibus e foi embora. Acordei apaixonado pela menina do sonho. Meus amigos foram a minha casa a noite e me levaram para um pizzaria, sempre amei pizza. Era uma turma grande12 moças e 15 rapazes. Colocaram vela sobre uma pizza e cantaram o parabéns para mim, depois começaram a gritar, discurso, discurso.
Quando eu me levantei para discursar, fiquei trêmulo e me sentei. Meus amigos acharam que eu estava passando mal. Eu vira a menina do sonho sentada com amigos perto de mim.Eu não sabia se era visão ou fato real. Levantei-me uma segunda vez e olhei para ela. Era sim um fato real. Pedi licença para os meus amigos e fui até ela. Morrendo de vergonha eu disse pra ela: Você vai achar que é cantada mais velha do mundo, mas você é moça do meu sonho. Puxando uma cadeira para eu sentar ao seu lado, disse: Senta aqui e me conta o sonho. Eu contei e fomos conversando naturalmente. No outro dia levei ela cedinho em todos os pontos turísticos da minha BH, passamos juntos um dia inesquecível. Eram 10 horas da noite quando ela entrou no ônibus, nunca mais a vi. Depois disso comecei a ser confrontado em sonhos com mulheres pelo qual sou profundamente apaixonado. Quando acordo aquilo está tão forte dentro de mim, que leva umas horas para dissolver. Ou as vezes são filhos, pais, mães e amigos, uma empatia muito forte. Diante destes confrontos vejo a magnitude De Deus.

Criado em: 5/6 20:27
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Multiverso
Muito Participativo
Membro desde:
1/5/2012 3:18
De Belo Horizonte
Mensagens: 93
Beleza, aqui vão uma das minhas neuroses.
Conheço as pessoas primeiramente no plano espiritual para depois as conhecer no plano físico.
A experiência mais forte foi com minha filha mais nova. Anos antes da minha esposa engravidar, eu sabia que teríamos uma menina. E falava para todos a minha volta como ela era. Dois anos antes dela nascer cheguei a um lugar onde havia uma ponte para acessá-lo e era o único caminho. Ao atravessar a ponte vi que minha filha brincava com outra menina em um lindo jardim. Então disse para ela, vem comigo. Dei as costas e fui esperar ela do outro lado. Ela ainda demorou um pouquinho e veio. Então nasce a menina exatamente como a via. Guardei segredo sobre isso, não contei a ninguém. Um dia quando ela tinha 13 anos, estávamos fazendo uma caminhada quando ela me contou um sonho: pai, sonhei que estava brincando num jardim, quando você chegou e me chamou, brinquei mais um pouco e quando me virei para o seguir você já estava do outro lado de uma ponte me esperando. A medida que caminhava até você fui sofrendo transformações até ser Eu. A menos que ela tenha a capacidade de entrar dentro da mente das pessoas e ver coisas antigas delas, ela não tinha como saber isso.
Já que resolvi soltar o verbo aqui vai outra.
O camarada vinha toda noite a beirada da minha cama bater um papo, como não sou poliglota, levou dias para sintonizar-me com ele. Ele descrevia um lugar onde seu corpo fora jogado após ser assassinado, um lago, ponte pequena e muitas arvores. Me pareceu ser um lugar muito bonito de visitação pública. Só que era na Croácia. Ele queria que a família encontra-se seu corpo.
Pedi a ele dois meses para eu investigar. Então o morto disse que viria de vez enquanto para ver como andavam as investigações. Passei a vasculhar imagens da Croácia através de toda tecnologia possível. Quando já estava desistindo consegui achar o local registrado na minha mente. Comecei a divulgar as imagens e a fazer contato com alguns croatas até que descobriram um corpo de um homem em tal local. Se foi o cara certo não sei, fato é que o rapaz nunca mais voltou.
Meu livro Enquanto morta é similar. É sabido que videntes já ajudaram a diversas polícias pelo mundo a fora a desvendar crimes e achar pessoas desaparecidas.
Depois disso criei um site de ajuda espiritual na web e que digam sobre mim as pessoas que tenho ajudado.
Já Carl Jung dedicou-se a pesquisas sobre o ocultismo e não descartava a hipótese de ser real o contato com os espíritos. Somos Deuses criando mundos a nossa imagem e semelhança? Aqui na terra é assim, tens que pensar e ser como a massa ou te rotulam como Estranho.

Criado em: 4/6 12:23
_________________
No desamparo familiar surge a luz do acolhimento.
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Multiverso
Muito Participativo
Membro desde:
1/5/2012 3:18
De Belo Horizonte
Mensagens: 93
Se ler minha nova postagem, talvez descubra porque não aceito a palavra psicose. Inventada para explicar o desconhecido. Neste quesito de todo material que se tem, tudo anda lá pela era das cavernas.
Se duvida de algo, lance pontes novas sobre tal abismo.
Tipo duvidar é bom, mas clarear a dúvidas com bases novas é melhor.

Criado em: 3/6 19:24
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Misterioso oceano
Muito Participativo
Membro desde:
1/5/2012 3:18
De Belo Horizonte
Mensagens: 93
A real escravidão

Texto de cunho espiritual sem vínculo com seitas, religiões ou cartilhas comumente aceitas.
Do ponto de vista dos escravagistas, que orbitam em nível incognoscível para a mente humana, escravo bom é aquele que acredita piamente que é livre. Assim, a terra se tornou a grande senzala, vista por muitos iniciados como um presídio de segurança máxima. Todos somos escravos, prisioneiros. Acreditamos em uma liberdade que nunca tivemos nesta senzala. Segregados de uma sociedade cósmica, onde uns poucos ousaram sonhar um sonho diferente. Um universo de possibilidades jamais tentadas, onde o livre-arbítrio seria a mola evolucionária. A raça humana é criada num grau de complexidade nunca antes experimentado, para servir de laboratório. Ser a nave, por onde entidades de todo nível de evolução pudessem viajar. Um humano seria uma biblioteca viva do cosmos, entre inúmeras outras possibilidades. No interior desta espaçonave humana, inúmeras salas com vistas para o exterior, nelas conviveriam juntas nesta viajem centenas de almas ávidas de todo tipo de experiência. Em um local desta nave humana estaria a cabine de comando com o seu capitão. Este seria aquele que comanda um corpo humano, ou pelo menos tenta. Quando um capitão inexperiente recebe em sua cabine de comando tripulantes, estes podem tentar tomar a nave, uma rebelião. São estas rebeliões conhecidas na terra como loucura e depressão. A construção desmedida de milhares destas naves humanas e outras similares, acarretaram incríveis violações da vida. Dentro do contexto maior da sociedade cósmica, um grupo liderado por aquele que ficou conhecido pelo nome de arcanjo Miguel, sem qualquer aviso prévio interfere com os seus leais e aprisiona todas as naves humanas e seus tripulantes em 37 mundos laboratório. Desta forma pretendia ele conter tão audacioso projeto. Todo o folclore relacionado a guerra no céu tem como pano de fundo “principal”, a tensão criada neste momento de interferência. Miguel e os seus em primeiro grau, apropriaram indevidamente da raça humana, assim como fazem os ladrões, e passaram a ditar-lhes novas regras, confiscando assim, a autonomia das naves e sua sonhada liberdade. Em segundo, terceiro e quarto graus, inúmeras outras facções menores desta sociedade cósmica realizaram seus furtos e fizeram clones. A raça humana aprisionada e prostituída ficou a mercê de ladrões e daqueles que são os reais escravagistas. O pequeno grupo originalmente criador da raça humana, se viu diante algo muito maior e pior que os seus melhores sonhos. Buscando colocar ordem dentro desta sociedade cósmica, onde o grupo mais forte faz o que bem entende, surge o Cristo Cósmico, um representante do grupo criador original, que entra em uma nave humana e aporta simultaneamente nos 37 mundos prisões. Até o presente momento a situação cósmica relativa a raça humana está sub judice. Nenhuma decisão suprema é conhecida. Sabe-se que há duas linhas de influências soberanas atualmente, Miguel x Cristo. Muito longe ainda da nave humana deixar de ser escrava. O que ocorre na realidade da vida humana tangível é absolutamente insignificante frente ao que de fato estamos inseridos. Um grau de complexidade absurda, onde escreveríamos centenas de livros apenas para falar de uma gota de água deste misterioso oceano. Já escrevi este texto sob vários prismas diferentes, este é apenas um deles.

Criado em: 3/6 15:23
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Multiverso
Muito Participativo
Membro desde:
1/5/2012 3:18
De Belo Horizonte
Mensagens: 93
Falar sobre o cinema foi apenas para dar um exemplo. Quanto a não existir provas é porque a genialidade de Albert Einstein e Stephen Hawking está muito a frente do seu tempo. Para encontrar provas terão refazer as equações e irem além delas e para contestar terão que provar que tais equações estão erradas. Ninguém até hoje provou que estão erradas e quem o provar, se é que vai ficará famoso.
O mundo é como a minha médica, chego para ela e digo: provei em mim mesmo que tal chá é benéfico a saúde. - Eu sei que é, mas não tem nenhum estudo científico sobre o assunto.

Eu penso que não devemos ter a ciência como elo de corrente que nos aprisione.

Criado em: 3/6 14:32
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Multiverso
Muito Participativo
Membro desde:
1/5/2012 3:18
De Belo Horizonte
Mensagens: 93
Se você viu aquilo que a ciência não consegue detectar, eu diria que imaginou.
E se visse com seus próprios olhos?
Um dia, antes mesmo de poder imaginar um Multiverso. Um amigo meu, um filósofo famoso por seus trabalhos, me disse que atualmente poderíamos perceber até 8 elos de nós mesmos. Isso começou a fazer sentido com tudo que eu via internamente, mas não dei muita bola, pois tinha interesses diversos.
Passados alguns anos fiquei muito impactado ao ler alguns escritos dos físicos teóricos, batiam com minhas visões e com as de meu amigo. Um dia fui a casa de um físico teórico e disse a ele: Como escritor viajei profundamente dentro de mim e escrevi um livro... Multiverso. Foi quando ele me disse que, tudo se ancora em equações perfeitas e ninguém nunca chegou a provar que os cálculos estão errados. Minha teoria: Se eu imagino é porque é real em algum mundo do Multiverso. Contudo, sei que a cada degrau alcançado outro virá. Talvez, um dia a ciência possa provar o que hoje afirmamos ser real.
Veja a poesia, uma viagem onde o autor alça voo em seu próprio mundo, quantos mundos dentro da própria terra.

Criado em: 3/6 13:53
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Multiverso
Muito Participativo
Membro desde:
1/5/2012 3:18
De Belo Horizonte
Mensagens: 93
Qualquer dúvidas relativas aos perfis digo, todos foram excluídos para que eu recuperasse meu primeiro perfil. O administrador do site esta ciente dos fatos é só perguntar. Vocês não os verão mais.

Criado em: 3/6 13:18
_________________
No desamparo familiar surge a luz do acolhimento.
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Multiverso
Muito Participativo
Membro desde:
1/5/2012 3:18
De Belo Horizonte
Mensagens: 93
As teorias são enraizadas em equações complexas.

Criado em: 2/6 21:37
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Multiverso
Muito Participativo
Membro desde:
1/5/2012 3:18
De Belo Horizonte
Mensagens: 93
No meu entendimento, todas as opões possíveis da vida de uma pessoa sendo vividas ao mesmo tempo.
Você entendeu que falo do multiverso? Onde cada não dito por você na sua vida, criou um elo seu para o sim e assim com o sim. Se não vai discutir sobre o assunto, de que lhe vale vir aqui.
Esta é uma teoria muito bem explorada pelas telas de cinema.
Iniciada com Albert Einstein e continuada com Stephen Hawking

Criado em: 2/6 21:29
_________________
No desamparo familiar surge a luz do acolhimento.
Transferir o post para outras aplicações Transferir



 Topo
(1) 2 3 4 ... 103 »




Links patrocinados