https://www.poetris.com/
   Todas as mensagens (Mr.Sergius)


(1) 2 3 4 »


Re: Lamentável
Colaborador
Membro desde:
14/8/2018 22:45
Mensagens: 651
Citando:
Sendoluzmaior: Exerço o meu livre arbítrio e gravo os vídeos. Com a ignorância não se perde tempo e a luz prossegue.
O que você chama livre arbítrio é na verdade falta se respeito. É como passar a mão nas partes íntimas de uma mulher sem sua concordância sob a mesma alegação.
Tenha respeito pelos demais.
Apenas numa coisa você tem razão: não perder tempo com a ignorância... então até mais.

Criado em: 2/2 19:01
_________________
Dor e angústia protagonizam o show
Quando a noite vem, a mágica se faz
Nasce o poema das entranhas feridas
Então, abro as asas e voo ao infinito.

Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Da afronta aos ensinamentos bíblicos.
Colaborador
Membro desde:
14/8/2018 22:45
Mensagens: 651
É lamentável a pregação de qualquer natureza. Sou favorável ao tipo de comportamento de "cuide da sua vida e deixe a das outras em paz".
Ou de uma forma mais compreensível: não encha o saco.
Para iniciar ainda cabe um reparo gramatical: assassinato é um ser humano retirar a vida de outro ser humano. Nem a onça ao matar um homem comete assassinato nem o homem ao matar a onça.
Não há, por outro lado, indicações que Deus tenha considerado indevido o ato de comer carne. Segundo o Antigo Testamento, no Gênesis, Abel, filho de Adão e este sim assassinado por Caim, era criador de ovelhas e o próprio fato de sua morte deve ao ciúmes de Caim porque Abel ofereceu a Deus uma ovelha em sacrifício e este foi aceito.
Mais atualmente há registro que Jesus tenha comido peixes e cordeiro.
Ainda em Gênesis [9:3], depois do Dilúvio, Deus dá todos os animais ao homem como alimento.
Errado está matar animais indiscriminadamente e como esporte como nos safáris e outras práticas que ocorrem em todos os cantos do mundo; matar animais para fazer roupas de luxo e outras coisas do gênero.
Errado está aquele que não tem piedade e abandona animais nas ruas, que os agride imotivadamente.
Errados estão aqueles que criticam sentados no alto de suas poltronas de couro.
Para todos que se julgam melhores que os demais por serem vegetarianos ficam dois ensinamento bíblicos:
Paulo deixou claro em Romanos 14:2-6 que tanto podemos comer carne como não comer, desde que estejamos convictos e demos graças a Deus em tudo o que fazemos. Não devemos julgar os outros nem impor restrições que para outra pessoa não fazem sentido. Cada um está livre em Cristo para decidir sobre esse assunto (Colossenses 2:20-21).

Criado em: 1/2 0:50
_________________
Dor e angústia protagonizam o show
Quando a noite vem, a mágica se faz
Nasce o poema das entranhas feridas
Então, abro as asas e voo ao infinito.

Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Aborto e estupro
Colaborador
Membro desde:
14/8/2018 22:45
Mensagens: 651
Ora Indielite, talvez eu devesse imaginar que um aborto fosse permitido, impedindo que o mundo fosse recepcionar um ser execrável: tua mãe a abortar tua gestação. Isso sim seria útil, não?
Infelizmente não. Até mesmo tu, sem qualquer compostura e reserva moral se faz necessário neste mundo. És na realidade um exemplo. Exemplo do que não ser.

Criado em: 13/1 23:54
_________________
Dor e angústia protagonizam o show
Quando a noite vem, a mágica se faz
Nasce o poema das entranhas feridas
Então, abro as asas e voo ao infinito.

Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Aborto e estupro
Colaborador
Membro desde:
14/8/2018 22:45
Mensagens: 651
Pouco há para se dizer sobre o aborto. Matar é crime e a discussão sobre o que é vida ou quando ela inicia é meramente retórica. A vida inicia na fecundação, o resto é somente um processo até chegar a hora da morte.
Perdoem-me as mulheres que se dizem donas de seus corpos e têm o direito de escolher, mas estão enganadas. Ninguém é dono do corpo e muito menos dono[a] da vida.
Mesmo no caso do estupro: se soubesse que o estuprador tem um filho de dois anos você gostaria de ser autorizada a ir lá e matar o filho dele? Olharia nos seus olhos - parecidos com os do pai - e enfiaria uma faca no peito, no coração [a lei autorizaria]?
Então, porque acha que será mais fácil matar se ainda não puder ver-lhe os olhos? Mas, se gostaria, lamento que o ódio seja maior que seu amor pela sua própria vida.
O estuprador deveria ser castrado fisicamente com uma faca, mas esse é ele. Não seus filhos. Você não suportaria criar o filho de um criminoso? Dê à adoção ainda na gestação... haverá filas de candidatos. Nada disto é fácil e certamente muitíssimo mais fácil falar que fazer. Mas alguém deve falar pela vida. Mesmo que seja apenas para fazer pensar.

Criado em: 12/1 18:29
_________________
Dor e angústia protagonizam o show
Quando a noite vem, a mágica se faz
Nasce o poema das entranhas feridas
Então, abro as asas e voo ao infinito.

Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: A licença poética X O erro gramatical
Colaborador
Membro desde:
14/8/2018 22:45
Mensagens: 651
Citando:
Mr.Sergius, da língua portuguesa não entendo patavina. Busco com ardor o idioma que toca a todos os seres, o Irdin. Nos sonhos através de símbolos, um bloco de ideias nos é transmitido vencendo todo tipo de barreira linguística. Espero que a minha ignorância em relação a língua portuguesa não constitua uma barreira severa entre nós.


Caro Sidney, não há nenhuma barreira que a falta de alguma coisa que se pode adquirir possa impôr, mas quando se tem aquilo que não se pode adquirir.
Isso quer dizer que o conhecimento e familiaridade com a língua portuguesa é passível de ser adquirido, mas o caráter não pode ser comprado.
Vejo que és uma pessoa de caráter, o que infelizmente não se repete em tantos outros, e portanto isso já derruba qualquer barreira.
Dizia um escritor, primo de um prefeito de Campos do Jordão em seu livro "O Poder da Palavra": "A palavra é a maior criação para ocultar o que de fato o homem pensa".
De fato ele tem razão. Veja a pessoa que tenta ofender os demais com palavras baixas e frases desagradáveis... ele apenas busca esconder sua própria incapacidade de bem se relacionar, de se fazer visto por suas qualidades. Então na sua necessidade de ser visto, busca este meio.
Mas a linguagem pode ser usada, para bons fins, depende mais do que se tem no interior do que aquilo que se pôde aprender na escola.
Abraços.

Criado em: 22/12 17:38
_________________
Dor e angústia protagonizam o show
Quando a noite vem, a mágica se faz
Nasce o poema das entranhas feridas
Então, abro as asas e voo ao infinito.

Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: A licença poética X O erro gramatical
Colaborador
Membro desde:
14/8/2018 22:45
Mensagens: 651
Certamente alguns sujeitos acham-se importantes quando na verdade são nada. Alguém diria que o tipo é um lixo, mas discordo. Ainda há algo no lixo. Compostado serve de adubo.
Mas esse é nada.
Certamente queria ser reconhecido, estar entre pessoas de bem que aqui lançam seus textos - gostemos ou não - para deleite dos demais. Mas não consegue, pois tem baixa autoestima é e se sente um nada.
Pena.

Criado em: 10/12 21:48
_________________
Dor e angústia protagonizam o show
Quando a noite vem, a mágica se faz
Nasce o poema das entranhas feridas
Então, abro as asas e voo ao infinito.

Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: "Non animum stultum stultus"
Colaborador
Membro desde:
14/8/2018 22:45
Mensagens: 651
Caro Jorge, com esses teus longos parágrafos - que causariam urticária em certos puristas que exigem formatos tanto mais exíguos ou mesmo acessos hemorroidais a alguns idiotas que preferem a estupidez como forma de tentar, de forma inglória, todavia, atrair o que sua incompetência não lhes permite atrair versejando, pois são opacos, mornos e previsíveis quando deveriam ter brilho, calor e surpreendabilidade - explicas afinal com exemplo tangível aquilo que sustentei numa tese tanto menos aprofundada.
Num desses jornais de esquina, que um primo meu redigia e espalhava, há tantos anos quanto o dobro dos dedos que se pode contar numa única passagem de olhadela para as mãos e pés, dizia em seu "Indicionário" - onde traduzia as frases como deveriam ser ao invés de como eram usualmente proferidas: "De onde menos se espera é que nada vem mesmo" em substituição à tradicional máxima "Boas coisas vêm de onde menos se espera". Ainda traduziu o "Devagar se vai ao longe" para "Devagar não chega a tempo ou, com sorte, chega-se atrasado".
Mencionei-o, pois a frase de seu "Indicionário" primeiramente mencionada e negritada, certamente faz-se perfeitamente aplicável àquele que escreve tanta chafúrdia, buscando ofender, desmerecer e diminuir os demais com colocações dispensáveis e depois chega a esperar que algum poema seu seja lido {que até tem virtudes - com respeito a dizer sempre a verdade, doa a quem doer (esse meu defeito o qual minha mulher define como falta de travões na língua)} - mas as pessoas evitam temerosas de ler mais estupidezes, dada sua idiossincrasia de ser desgostoso quando critica os demais ou quando sua baixa autoestima o faz zombeteiro.
Sem poder alcançar a tua tamanha habilidade de tratar as palavras, ainda assim por teimosia taurina, volto a salientar que o 'erro' deliberado que é apreciável difere diametralmente daqueles pseudografistas que esperam que "a situação seje menas difícil nos dias futuro!" e que mal sabem que assim não haverá qualquer futuro ou, menos eufemisticamente, que assim não dará para engolir tanta idiotice, que deve ser peremptoriamente ignorada pela observação do princípio: Non animum stultum stultus.
Abraços.

Criado em: 7/12 15:36
_________________
Dor e angústia protagonizam o show
Quando a noite vem, a mágica se faz
Nasce o poema das entranhas feridas
Então, abro as asas e voo ao infinito.

Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: A licença poética X O erro gramatical
Colaborador
Membro desde:
14/8/2018 22:45
Mensagens: 651
Aguardo manifestações.

Criado em: 6/12 1:57
_________________
Dor e angústia protagonizam o show
Quando a noite vem, a mágica se faz
Nasce o poema das entranhas feridas
Então, abro as asas e voo ao infinito.

Transferir o post para outras aplicações Transferir


A licença poética X O erro gramatical
Colaborador
Membro desde:
14/8/2018 22:45
Mensagens: 651
Procuro em meus versos observar o rigor da regras da nossa língua em todos seus aspectos.
Todavia permito-me certas "licenças" em quê, deliberadamente, violo alguma dessas regras em benefício da sonoridade do poema, que muitas vezes assim o exige.
Sabemos que os pronomes oblíquos átonos devem preceder o verbo quando houver palavra atrativa. Também sabemos que não se iniciam frases com pronomes oblíquos, reflexivos ou recíprocos - ressalvado o 'se' quando usado em sua função conjuntiva.
Mas muitas vezes não soa bem: "Falei-te que eu..." e não quero, para corrigir, ter que mudar a estrutura da frase "Falei a você que eu...". Esse é o momento que violo deliberadamente a regra em benefício da sonoridade "Te falei que eu..."
O uso da licença poética deve ser perceptível ao leitor e não pode ser algo tão reiterado nos textos que passe a sensação que o escritor escreve errado.
Outra atenção que devemos ter - e que vejo violada em muitos escritos em belos poemas aqui - é a concordância.
"Alguém te disse que você é especial?" (*)
Você usaria essa construção? Não o faça pois há um erro: "te" e "você" na mesma frase não combinam. O pronome "te" corresponde à 2a pessoa, mas "você" pede o pronome na 3a pessoa - "lhe".
"Alguém lhe disse que você é especial?" seria o correto.
Trouxe este assunto por dois motivos: um deles é que vi uma crítica enfática e alguma discussão sobre uma palavra usada em licença poética por um poeta, nosso colega aqui. O outro motivo é que li um belo poema, mas havia um erro grave de concordância o que tornou dissonante sua construção.
Portanto amigos, cuidado com a gramática para que possamos, vez ou outra, licenciar-nos das regras em nome da sonoridade do poema sem parecer que não sabemos escrever corretamente nossa linda língua portuguesa.


(*) frase em https://www.pensador.com/frase/MjYyMTkw/

Criado em: 6/12 1:55
_________________
Dor e angústia protagonizam o show
Quando a noite vem, a mágica se faz
Nasce o poema das entranhas feridas
Então, abro as asas e voo ao infinito.

Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Sexo e drogas
Colaborador
Membro desde:
14/8/2018 22:45
Mensagens: 651
Citando:
Alguns perfis são a prova da reencarnação, o infeliz morre em um perfil e reencarna em outro, faz merda e se suicida, depois surge de nono e de novo.


Perdoe-me caro Sidney, mas discordo que seja reencarnação. Para a reencarnação o espírito deve evoluir. Neste caso, creio que é apenas uma regurgitação: Satanás, com enjoo, vomitou-o de volta com outro nome...

Criado em: 3/12 22:00
_________________
Dor e angústia protagonizam o show
Quando a noite vem, a mágica se faz
Nasce o poema das entranhas feridas
Então, abro as asas e voo ao infinito.

Transferir o post para outras aplicações Transferir



 Topo
(1) 2 3 4 »




Links patrocinados