« 1 ... 271 272 273 (274) 275 276 »


Re: A Música que nos inspira Nº 7
Super Participativo
Membro desde:
2/2 22:23
Mensagens: 157
Porque uma nova semana agora começa, aqui fica a mais conhecida música da Banda Sonora Original (OST) do fabuloso filme de 2017 de Luca Guadagnino, The Mystery of Love.
A OST foi composta pelo também fabuloso Sufjan Stevens cuja música podem e devem explorar. Espero que gostem.

Um pouquinho da letra:
How much sorrow can I take?
Blackbird on my shoulder
And what difference does it make
When this love is over?
Shall I sleep within your bed?
River of unhappiness
Hold your hands upon my head
'Til I breathe my last breath





Enjoy,

Maya!

Criado em: 26/2 4:39
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: A Música que nos inspira - Nº 8
Super Participativo
Membro desde:
2/2 22:23
Mensagens: 157
E esta não poderia faltar. É da banda Cigarettes After Sex e esta música - K. - é do álbum com o mesmo nome, de 2017.
Escrevi longos textos teóricos ao som desta banda, por isso, pode-se escrever qualquer coisa. Ou não escrever e só ouvir.

Um excerto da música:

Think I like you best when you're just with me and no one else...
and I'm kissing you lying in my room
Holding you until you fall asleep
and it's just as good as I knew it would be
Stay with me
I don't want you to leave...


Espero que gostem.
Maya!


Criado em: 26/2 4:49
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: A Música que nos inspira
Administrador
Membro desde:
15/2/2007 12:46
De Porto
Mensagens: 3594
olá

Vanbur, dueto composto por Jessica Jones e Tim Morrish é a minha mais recente descoberta, com sonoralidade etheral e vibrações instrumentais fortes fazem que eu esteja absolutamente rendida à musicalida destes dois compositores que têm dado notas no universo cinamatografico.

deixo aqui seu Ep de estreia, "Human", espero que gostem

boa semana e boas inspirações

atenciosamente
H


Criado em: 26/2 14:03
_________________
" An ye harm none, do what ye will "
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: A Música que nos inspira Nº 9
Super Participativo
Membro desde:
2/2 22:23
Mensagens: 157
Olá.

Música eletrónica: aqui a dupla norueguesa Royksopp featuring Robyn, com Monument do álbum Do It Again (2014).

Um extrato da letra:

Make a space
For my body
Dead or whole
Push this side apart
This is what I'm controlling
It's a mold, the inside that I cart
This will be my monument
This will be a beacon when I'm gone gone gone
When I'm gone gone gone
When I'm gone
Soon when that moment comes,
I can say I did it all with love love love
All with love love love
All with love



Criado em: 29/2 3:38
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: A Música que nos inspira Nº 10
Super Participativo
Membro desde:
2/2 22:23
Mensagens: 157
Olá.

Para Nº 10, teria de ser especial. Peter Murphy, ex-vocalista da precursora banda gótica Bauhaus e intérprete a solo, como aqui.
Esta música, All Night Long é do álbum "Love Hysteria" (1988).



Deixo um excerto da letra:
When the night has come in
Your eyes are running wild
Then I hear you humming
All night long
Yeah the sign I see it
Yeah the times I see it
All I need to know from you
Is all I see



Cuts You Up e A Strange Kind Of Love são mais duas referências.


Criado em: 15/3 21:37
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: A Música que nos inspira
Administrador
Membro desde:
2/10/2021 14:11
Mensagens: 422
.
Há canções que se transfiguram completamente quando mudam os intérpretes ou quando muda o contexto em que são cantadas.

Há uma série da HBO, chamada "Somebody Somewhere", em que uma personagem que está a passar uma fase especialmente difícil canta "Don't give up", de Peter Gabriel.

A cena é representada com tanta autenticidade e a canção é tão adequada à situação que o resultado é um momento mágico.



"In this proud land we grew up strong
We were wanted all along
I was taught to fight, taught to win
I never thought I could fail

No fight left or so it seems
I am a man whose dreams have all deserted
I've changed my face, I've changed my name
But no-one wants you when you lose

Don't give up 'cause you have friends
Don't give up you're not beaten yet
Don't give up 'cause somewhere
there's a place where we belong..."

Criado em: 15/3 22:47
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: A Música que nos inspira
Administrador
Membro desde:
22/11/2018 17:04
De RIO - Brasil
Mensagens: 1916
"Não desista porque você tem amigos
Não desista, você ainda não está derrotado
Não desista porque em algum lugar
há um lugar ao qual pertencemos..."

.. há músicas que voam pelo universo para nos abraçar e acalentar!

Inspirastes, e eu, particularmente; emocionei-me. Obrigado!

Criado em: 16/3 18:15
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: A Música que nos inspira Nº 11
Super Participativo
Membro desde:
2/2 22:23
Mensagens: 157
DAUGHTER, banda indie inglesa, da famosa editora independente 4AD, constituída por Elena Tonra, Igor Haefeli e Remi Aguilella e formada em 2010.
Imediatamente acolhidos pela Crítica, o seu primeiro álbum foi um sucesso (pudera!)
Elena Tonra canta e escreve todas as letras das músicas. Que são, simplesmente, incríveis. Conseguir cantar e escrever assim é talento reservado apenas para alguns, muito poucos.

Álbum: If you leave (2013)
Música (difícil escolher): Shallows




LETRA (vale bem a leitura; é lindíssima, como as restantes do álbum):
Let the water rise
Let the ground crack
Let me fall inside
Lying on my back, lying on my back
Dry your smoke-stung eyes
So you can see the light
You're staring at the sky
Watching stars collide, watching stars
If you leave
When I go
Find me
In the shallows
If you leave
When I go
Find me
In the shallows
When the time comes
On the last day
When they start to come down
Will you just-, will you run away?
Will you run away?
And let it all rain down
From the blood stained clouds
Oh, come out, come out, to the sea, my love, and just
Drown with me
Drown with me
If you leave
When I go
Find me
In the shallows
If you leave
When I go
Find me
In the shallows, in the shallows
Lying on my back
Lying on my back
Lying on my back
I'll be
Watching stars collide
Watching stars collide
Watching stars collide
Watching stars collide


O 2º álbum também é muito bom: Not to Disappear. Mas aquele primeiro é, sem dúvida, o meu preferido.

Boas audições!

Maya.

Criado em: 24/3 11:20
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: A Música que nos inspira

Membro desde:
2/4/2012 17:15
De Brasília- Brasil
Mensagens: 596




Recentemente assisti a uma cena da série Ozark em que um pai canta "The Man Who Sold The World" para o filho. Fazia um tempo que não ouvia essa música. Desde então, ela não sai da minha cabeça e da minha playlist.
Um clássico de David Bowie, que transcende gêneros e explora temas como alienação, busca por significado e identidade. A música ganhou diversas versões ao longo dos anos, sendo a do Nirvana a que talvez tenha conquistado maior visibilidade. Sinto emoções diferentes ao ouvir cada versão. Embora eu goste bastante da versão com a guitarra distorcida do Nirvana, com a voz marcante do vocalista Kurt Cobain, prefiro a original de Bowie que, para mim, parece mais suave, etérea e melancólica.
E vocês, qual versão preferem ?

Criado em: 27/3 2:15
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: A Música que nos inspira
Administrador
Membro desde:
2/10/2021 14:11
Mensagens: 422
.
Gosto muito das duas. Aliás gosto muito de ouvir versões de canções, desde que o original e a releitura sejam interessantes.

A propósito, hoje estava a ouvir a TSF e saiu-me esta versão do Billy Idol. Fui saber mais sobre ela e descobri que a Angel Olsen andou a fazer várias covers de clássicos pop dos anos 80, desde "Forever Young" dos Alphaville à "Gloria" da Laura Brannigan.

Todas elas ficariam bem num episódio de Twin Peaks, no RoadHouse - Bang Bang Bar :)



A letra até que tem momentos fixes:
Hanging out by the state line
Turning holy water into wine
Drinking it down, oh


Criado em: 29/3 12:19
Transferir o post para outras aplicações Transferir







Links patrocinados