https://www.poetris.com/





Crítica, análise e comentário literário
Colaborador
Membro desde:
3/9/2010 9:17
Mensagens: 548
Parte I

Para quem se inicia na escrita e nomeadamente pretende de alguma forma exercer também a crítica literária, há um método simples, directo e fecundo para comentar textos a um nível elementar de modo a que nos comentários se explique o entendimento do texto.
Só se pode estudar literatura e desta saber lendo obras literárias, não bastando para isso conhecer a história da literatura.
Para atingir-se um certo conhecimento da literatura o caminho pode fazer-se em extensão mediante a leitura de obras completas ou antologias amplas, e em profundidade mediante comentários ou explicação de textos, sendo a história literária um instrumento auxiliar.
Para o exercício do comentário devem escolher-se textos breves, ou seja, cerca de 15 linhas de prosa ou 20 versos de poemas, no máximo, porque o comentário deve operar em profundidade e não em extensão.
O comentário deve ter em atenção:
1º. Fixar com precisão o que diz o texto.
2º. Analisar e fundamentar o dito e como é dito, isto é, o fundo e a forma, sendo o fundo o conjunto de ideias, sentimentos e pensamentos de uma obra e a forma as palavras e formas sintácticas com que se expressa o fundo.
Assim o comentário deve debruçar-se sobre o fundo e sobre a forma.
A explicação do texto não é um exercício de gramática, de vocabulário, de literatura, de história da cultura, nem é um comentário moral por separado.
A dificuldade, e sua beleza, estriba-se, ao realizar a explicação, em conseguir colocar em jogo todos estes conhecimentos simultaneamente.
Um crítico a iniciar-se não deve, no entanto, alarmar-se, mas ir usando e administrando bem os conhecimentos que já tem.
O maior perigo é a parafrásis, ou seja, um comentário amplificativo em torno do que diz o texto analisado, sem ir ao fundo do mesmo.
Outro perigo é um comentário completamente inócuo, como:
“Estes versos são um bonito soneto, têm sensibilidade, elevam o espírito do leitor”
A parafrasis pode ser usada por um grande escritor ou orador, mas um aprendiz não deve ousar dizê-la.
Outro inimigo do comentário é usar o texto como pretexto, para exibir os nossos conhecimentos acerca de coisas que não iluminam ou esclarecem a passagem que comentamos.
Na explicação de textos não devem ser usadas parafrasis nem elogios triviais da forma, nem deve constituir um alarde dos conhecimentos de quem critica uma passagem literária.
Assim, comentar um texto consiste em ir raciocinando passo a passo a razão pela qual o autor escreveu o texto, o que disse e como o disse.


Amanhã: Parte II

Criado em: 30/8/2011 20:56
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Crítica, análise e comentário literário
Muito Participativo
Membro desde:
21/4/2011 1:31
Mensagens: 95
Gostei muito deste tópico.A mim, parece bastante pertinente.Devo dizer que aprendi.Tomara apreenda de fato.
Obrigada, Gabrielas.
Virgínia

Criado em: 31/8/2011 0:43
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Crítica, análise e comentário literário
sem nome
Fico sempre inibida perante um texto ou/e poema. Confesso que não sei comentar. Gostaria muito de comentar com a dignidade que os textos merecem. Agradeço este tópico que muito contribuiu para que possa de algum modo deixar a minha passagem bem assinalada.

Muito obrigada

Beijo azul

Criado em: 31/8/2011 16:29
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Crítica, análise e comentário literário
Colaborador
Membro desde:
3/9/2010 9:17
Mensagens: 548
Re: Crítica, análise e comentário literário

Parte II

Facilmente poderemos concluir que as explicações de textos serão distintas consoante a cultura, a sensibilidade e até a habilidade de quem as realize.
No entanto, num plano elementar ou superior as explicações serão boas se racionalmente estabelecerem uma relação clara e ordenada entre o fundo e a forma do texto.

Um método:
- leitura atenta do texto e compreensão do seu sentido literal.
- localização (onde começa o exercício da explicação)
- determinação do tema ou fundo.
- determinação da estrutura.
- análise da forma partindo do tema.
- conclusão.

Para determinar o tema temos de o ver com clareza e ser capazes de o explicar com brevidade.
Se tivermos de empregar muitas palavras para definir o tema devemos desconfiar porque o mais provável é não ter acertado no mesmo.
Não se deve encontrar o tema através de elementos supérfluos.
Para fixar o tema devemos tentar achar a palavra abstracta que sintetiza a intenção primária do autor/escritor.

A estrutura
Um texto literário, normalmente não é um caos, pois a composição é imprescindível em toda a obra de arte.
Os elementos da estrutura são solidários e embora a obra possa ter partes, existe em todas um elo fundamental a ligá-las, a tal palavra/ideia abstracta (exemplo: solidão)
Também em poesia a estrutura existe, e não quer dizer que corresponda a determinados versos, pois existem poemas sem estrutura aparente.
Outras vezes em poesia é a desordem que melhor exprime o tema.
Este está presente em todas as partes formais do texto.
A explicação do texto consiste em explicar cada parte do mesmo com uma exigência do tema.
Por vezes o texto fala de algo, ideia, sem sequer nomear a palavra abstracta que a define, subentendendo-se no texto o elemento principal para o que se usam figuras de estilo.
Na conclusão, deve assim fazer-se um balanço das observações, citar-se o tema, a forma e dar uma impressão pessoal.
Nessa opinião pessoal devemos ser modestos e firmes, dispensando palavras como : lindo, está muito musical, parece que estou a ver a cena, e de preferência fazer referência ao autor como artista.



Criado em: 31/8/2011 16:45
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Crítica, análise e comentário literário
Colaborador
Membro desde:
17/7/2008 22:41
Mensagens: 2253
Cara Gabrielas,
Digo somente isto: estou a gostar deste exercício, não só pelo poder de síntese, mas pelo realismo. Ao afirmar neste segundo tópico a questão fulcral de todo e qualquer exercício crítico, mesmo que não tenha que ver com arte ou com a literatura em particular, este estará sempre dominado por esse detalhe, citando "serão distintas consoante a cultura, a sensibilidade".
Um beijo
Xavier Zarco

Criado em: 31/8/2011 19:58
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Crítica, análise e comentário literário
Colaborador
Membro desde:
2/1/2011 21:31
De Fortaleza - Lisboa
Mensagens: 3687
No resumo concordo consigo em relação ao texto que postou.
Apenas ressalto outro aspecto que aparece referido sutilmente, a impressão pessoal de quem emite a critica ou o comentário, ou analisa.

Como o texto, a critica/análise/comentário deve ter principio, meio e fim, mas a compreensão de quem lê pode não ser a mesma de quem escreve até por variados aspectos (sociais, culturais, ambientais, até mesmo sensibilidade, etc.,).
A maneira como o autor coloca as palavras, ou o significado próprio que lhes dá, pode ser interpretado de outra maneira, dando, até por vezes, oportunidade a leituras diferentes do que ele quis dizer. (e não quer dizer que se esteja na frente de um mau texto, ou de um mau comentário), é a versatilidade da própria língua portuguesa.

Acredito que a critica/análise/comentário, qualquer um, para além dos aspectos que citou, tem sempre uma forte componente pessoal, quer na análise, quer na interpretação (o que se torna mais difícil em poesia que no romance, conto, por exemplo).

Felicito por ter colocado este texto.

Abraço-te

Criado em: 1/9/2011 3:31
_________________
"Floriram por engano as rosas bravas
No inverno:veio o vento desfolha las..."
(Camilo Pessanha)

http://ricardopocinho.blogspot.com/
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Crítica, análise e comentário literário
Colaborador
Membro desde:
3/9/2010 9:17
Mensagens: 548
agradeço as leituras e respostas de mais-valia.

Criado em: 2/9/2011 22:05
Transferir o post para outras aplicações Transferir







Links patrocinados