https://www.poetris.com/
   Todas as mensagens (VIDEIRA)




Re: A CACHORRA DA MINHA MÃE
Colaborador
Membro desde:
30/10/2009 17:35
De Profundo Portugal
Mensagens: 502
É mesmo assim, os nossos bichinhos (mesmo que "nossos" por vias mais de ossos que de sangue, eheh) são um manancial de assunto para boas crónicas... Eu que o diga, com um cãozinho-mais-que-zinho de trazer por casa...

Ah, mas de um Pepe que tive, Labrador-alfa, nem conto... uma cena de ciúmes furiosos que ele me fez, por conta de um casaco velho por quem ele se "apaixonou"!!! eheheheheheheh

(ou talvez conte, um dia...)

Beijinho, Sandrinha.

Criado em: 18/12/2012 11:01
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Crítica ofensiva, soberba.
Colaborador
Membro desde:
30/10/2009 17:35
De Profundo Portugal
Mensagens: 502
Disseste bem, Roque - foi isso mesmo que eu chamei a mim própria, constatando que me julgaram isso mesmo e que eu caí que nem uma - isso mesmo, mosca.

Mas, concordo, está coberto de razão quem diz que o autor tem o direito de entitular, como quer e gosta, os seus textos! Cair como uma mosca é opçao minha, risco meu! como meu, acho, na minha estilhaçada visão de mosca, é direito de deixar, sob desânimo de orientação (ou desorientação do ânimo?!) um desabafo espontâneo e sem pretendida ofensa - do qual a autora já pediu desculpa).

E disseste ainda bem: moscas são coisas tão insignificantes, porquê continuar a falar delas???????

Haja Luz, para que a Paz se veja!


Criado em: 26/11/2012 15:30
Transferir o post para outras aplicações Transferir



 Topo




Links patrocinados