https://www.poetris.com/



« 1 2 3 4 (5) 6 7 »


Re: Para todos autores e comentadores que têm a mania que ser poeta e artista tudo vale
sem nome
Discordo desta afirmação:

" A Arte contemporânea é uma farsa ", uma frase/pensamento "mediocre", lembra um complexo freudiano,rs.


Para se falar em ‘arte’, creio ser preciso conhecer todo o caminho da dita ‘ arte’ . E, os críticos profissionais são por demais subjetivos e “medíocres”, limitados (sua objetividade é seu gosto). Para mim só é medíocre o pensamento engessado em moldes, em idéias que acabam refletindo um ranço ‘de camisa de força’ , do autoritarismo de alguns setores que desejam determinar /dominar o que é e o que não é ‘arte’ , um conceito antigo e mutante. A arte pode ser aquilo que escapa às variadas interpretações/definições e só é certo que é uma construção do homem... ( minha singela opinião).

E, para se saber mais ou menos ( opinar), como já disse, é preciso conhecer (noções) a história do termo “arte”. A arte no principio não tinha nenhuma conexão especial com beleza ou associação especial com pintura, poesia, etc... isso só surgiu no século XVIII. Arte era uma habilidade, destreza, um oficio ou profissão (até hoje pode se chamar de arte a habilidade aprendida onde um talento (saber fazer) se mostra).Plotino (sec.III Ac) neoplatonico foi quem reuniu os conceitos de arte e de beleza. O sublime aparece numa obra do século I ( Do Sublime – de Longinus) é uma categoria estética coordenada com o belo. Já o conceito de belas-artes (sec.XVII) abrange arquitetura, escultura, música, pintura e poesia. A arte aqui já envolvia , antes de tudo, a imitação da natureza e dos assuntos humanos. O artista é um criador que imita as atividades da natureza e dos homens. As obras de arte transformam ideias em matéria perceptível (sempre uma construção humana). Na época de Goethe e seus contemporâneos a ‘arte ‘ deixa de ser considerada imitação . A Arte passa a ser , também , cognição. Revela a natureza do mundo, do homem e as relações entre eles numa forma sensível ou a forma de intuição.

Mas, a arte não depende só do talento ou gênio do artista. Embora seja um produto imediato de indivíduos(artistas), a arte reflete a sociedade ou o povo a que eles pertencem. Hegel dizia “...que os homens modernos são reflexivos e autoconscientes demais, e estão dispersos demais na complexa vida econômica da sociedade civil , para que possam constituir um todo esteticamente coerente como as sociedades antigas [ egípcias, gregas, romanas, sociedade cristã – arquitetura,escultura,pintura, música e poesia ( estilos - simbólico, clássico e romântico) }. Afirmava que as grandes obras de arte não podem surgir em tão inestético ambiente”. Ele se guiava pelos antigos que considerava os ‘artistas maiores’.

A arte sofre, realmente, os efeitos revolucionários da cada período e se transforma na busca da síntese dos movimentos do seu tempo. Pintura, literatura e poesia acompanham as modificações e metamorfoses do pensamento e conhecimento da cada época. Hoje há o efeito das tecnologias que atingiram em cheio a “arte”, ela é algo em re.construção e pelo que observamos , a cultura está sendo transformada tanto no ocidente como no oriente. Um exemplo é a arquitetura , uma revolução , que associa a beleza com a ciência. A Cidade Verde construída nas proximidades de Dubai. Onde há construções sofisticadas que captam água da atmosfera para suprir a necessidade da população nas áreas de deserto. A Arte da arquitetura transformada - beleza e utilitarismo ( algo novo a para ser acoplado no conceito de “arte”).

Voltando... , na verdade , acho que a imagem que se tem do passado da arte é também enganosa (lenda). Havia ambiguidades e incompletudes , muitos artistas deixaram obras inacabadas ( Leonardo da Vinci e muitos outros) . Na pintura ( os museus contam) , principalmente, houve grandes rupturas . O artista buscava caminhos, vivia em conflito consigo mesmo a procura da completude e perfeição, se considerava um fracassado. O pior é que a sua época legitimava este sentimento. Esta o julgava como impróprio e inadequado (lixo) , morria doente e miserável ( (Van Gogh, Gauguin, etc...) A posteridade que os resgatou do julgamento cego (injusto)dos seus contemporâneos. Cada época determina a arte e o destino de seus artistas, também seus críticos...

A nossa época é conturbada ( nossa avaliação), porque contesta valores que escravizaram os antigos; mesmo depois de tantas revoluções , continuavam obscuridades para as gerações futuras ‘ iluminarem’. Os arquipélagos fechados são rompidos na busca da verdade, desejada no passado , também, mas mais visível agora. Nessa luta constante há perda de qualidade em alguns setores (de imediato) , mas há ganhos em outros ( ciência e tecnologias ). Cabe a humanidade, de agora , como um todo, buscar equilibrar seus desequilíbrios (reformar-se) , sua cultura e sua arte. O melhor é se livrar dos condicionamentos do passado, quebrar o gesso que molda as consciências. O passado foi turbulento e nos legou sua belicosidade. Somos uma continuidade, só rompida com as aquisições , de hoje, em todos domínios, do conhecimento e do pensamento. Ao se livrar do ranço do atraso se perde, também, coisas que eram ( pareciam) positivas.Mas, não creio ser isso um declínio ou uma decadência, é evolução. Não acredito, que restaurando a humanidade estreita do passado, resolveria as questões do presente. Isso é só mais uma nostalgia agradável (refrigério) que a mente constrói para satisfazer a inquietude do momento( revolver complexos)

Acho que os dias de hoje assustam , porque são claros. A humanidade se tornou ‘ realista’ ao extremo, não mascara mais o feio com o belo (romantismo, idealismo, etc...) tenta mostrar tudo como realmente é. Cabe a cada um e a todos construir algo sólido onde só há abstrações, incertezas e confrontos. A arte está incluída nesta luta, se tornando algo que só irá mostrar/revelar no futuro. E, cedo ou tarde, vai enriquecer a cultura da nossa época para acrescentar obras, também, nos ‘museus e bibliotecas’ , (se ainda existirem,rs) . Assim, as gerações do futuro irão aplaudir, como nós fazemos com os “artistas /arte” do passado... ( e o complexo de inferioridade, que alguns “especialistas” injetam na nossa cultura ( eu não concordo ) fazendo comparações com culturas passadas, desaparece,rs)

Desculpe-me, Roque , se fugi demasiadamente do tema, mas resolvi participar do teu tópico que achei excelente.

Meus parabéns , mesmo!



Bjs,

ALICE




Bem... aos corretores ortográficos , gramaticais e outros eteceteras, relevem. Escrevi agorinha e às pressas, se for corrigir , não posto, porque me enjoo nas correções,rs.



Criado em: 31/1/2014 20:08
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Para todos autores e comentadores que têm a mania que ser poeta e artista tudo vale
Colaborador
Membro desde:
15/2/2013 15:24
De Nenhuma
Mensagens: 1837
Um excelente texto, na minha opinião, da Alice Luconi. E isto, se entendi direito, corrobora, também, o meu humilde pitaco: A arte está na visão de quem a interpreta. É uma construção essencialmente humana.
O homem criou o "monstro" e agora não dá conta de suas exigências..(rs..)

Criado em: 31/1/2014 20:32
_________________

Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Para todos autores e comentadores que têm a mania que ser poeta e artista tudo vale
Colaborador
Membro desde:
15/2/2013 15:24
De Nenhuma
Mensagens: 1837
Um excelente texto, na minha opinião, da Alice Luconi. E isto, se entendi direito, corrobora, também, o meu humilde pitaco: A arte está na visão de quem a interpreta. É uma construção essencialmente humana.
O homem criou o "monstro" e agora não dá conta de suas exigências..(rs..)

Criado em: 31/1/2014 20:32
_________________

Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Para todos autores e comentadores que têm a mania que ser poeta e artista tudo vale
Colaborador
Membro desde:
27/3/2010 23:25
Mensagens: 3642
Adorei seu texto Alice... A arte é sempre influenciada pelo seu tempo e muitas vezes rejeitada por esse para ser descoberta ou redimida um pouco mais a frente. O artista em sua originalidade não tem "ismos"... Isso vem depois com essa necessidade de enquadrar e simplificar a arte em ismos: realismo, impressionismo, dadaísmo, surrealismo... Pós isso pós aquilo. O artista cria influenciado pelo mundo que o rodeia e pela sua alma. Se vai ser considerada arte é outra história...Mas acredito que o verdadeiro artista não se preocupa tanto - no momento de criar - se o que faz é ou não arte.

Criado em: 31/1/2014 20:58
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Para todos autores e comentadores que têm a mania que ser poeta e artista tudo vale
Colaborador
Membro desde:
31/3/2008 18:45
De Braga
Mensagens: 8223
É verdade, um excelente contributo da nossa querida Alice neste tópico que lancei, assim, sem muita fé no seu desenvolvimento; por isso muito obrigada Alice.
Concordo que a apreciaçao de uma obra como arte depende bastante de pessoa para pessoa. No entanto, isto parece algo contraditório; não seria de esperar que arte tivesse sempre uma relação com o belo, o bom o justo?
É que sendo estes conceitos arquétipos, ou seja, formas perfeitas vindas do mundo da ideias e por isso comuns a todo o ser humano, a arte sendo arte, deveria causar a todos um sentimento semelhante. Mesmo que algo seja feio, mal feito e desajustado, pode ainda considerar-se arte ao transmitir o seu contrário, ou algo abjecto e repugnante? Pode. Mas então o defeito está na obra ou no olhar? A obra é sempre a mesma é o olhar que muda. E esta heim?

Criado em: 31/1/2014 20:58
_________________
RoqueSilveira
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Para todos autores e comentadores que têm a mania que ser poeta e artista tudo vale
Colaborador
Membro desde:
24/6/2007 14:27
Mensagens: 3491
Maravilhoso texto Alice. Você nos levou para passear e refletir. Deixo aqui uma última contribuição:
"A arte e nada mais que a arte! Ela é a grande possibilitadora da vida,a grande aliciadora da vida, o grande estimulante da vida". (Friedrich Nietzsche)

Criado em: 31/1/2014 21:22
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Para todos autores e comentadores que têm a mania que ser poeta e artista tudo vale
Colaborador
Membro desde:
31/3/2008 18:45
De Braga
Mensagens: 8223
Também a ti Karla muito obrigada pelo maravilhoso contributo para este tópico que começou pobre e saiu enriquecido. Beijo

Criado em: 31/1/2014 21:29
_________________
RoqueSilveira
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Para todos autores e comentadores que têm a mania que ser poeta e artista tudo vale
Colaborador
Membro desde:
27/3/2010 23:25
Mensagens: 3642
Acredito que a boa arte toca a todos de alguma forma... Não há a necessidade de ser especialista em arte para se reconhecer a boa arte, seja uma boa música, uma boa pintura, uma boa poesia. Mas as pessoas são diferentes. Alguns são atraídos pela música outros pela pintura e outros não suportam poesia mas adoram uma escultura. Somos diversos e a diversidade gera diversidade das artes e nas artes. Existem bilhões de visões do mundo e suas belezas e interpretações destas.

Criado em: 31/1/2014 21:40
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Para todos autores e comentadores que têm a mania que ser poeta e artista tudo vale
sem nome
.
.
.
dalguma arte cada um pode ser artífice, e nem precisa ser uma arte extraordinariamente criticável...

'BASTA-LHE AS CONFLUÊNCIAS INTERCULTURAIS..."
.
.
.
do post da Roque segui tds os comentários
quis saber mais sobre, gostei daqui

Criado em: 1/2/2014 13:18
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Para todos autores e comentadores que têm a mania que ser poeta e artista tudo vale
sem nome
Citando:
Para se falar em ‘arte’, creio ser preciso conhecer todo o caminho da dita ‘ arte’ . E, os críticos profissionais são por demais subjetivos e “medíocres”, limitados (sua objetividade é seu gosto). Para mim só é medíocre o pensamento engessado em moldes, em idéias que acabam refletindo um ranço ‘de camisa de força’ , do autoritarismo de alguns setores que desejam determinar /dominar o que é e o que não é ‘arte’ , um conceito antigo e mutante. A arte pode ser aquilo que escapa às variadas interpretações/definições e só é certo que é uma construção do homem... ( minha singela opinião).




...



não.
rídicula, tal tese e absurda, também: "é preciso conhecer todo o caminho da dita arte.."
não é, porra-nenhuma!
é preciso, antes de mais nada.. saber o que é a arte. saber senti-la. senti-la, ora! a arte, meus caros menores, não é pra qualquer um. e digo, da arte em si.. daquelas que vemos em quadros, músicas e leituras, etc.. não estou referindo-me à questão de sermos todos medíocres, mas a questão única e singular que indica a pretensão da arte em si, por registro de sua permanência, isto é: da sua validade.
quando uns néscios, dizem que a arte está em tudo o que se propõe em imagem de, também estes mesmos néscios tem lá a sua razão. pois, é indicado à arte, toda a sua complementação de cria-la, sobretudo. mas, advém disto, um pensamento nivelado à utopia. ao pensamento medíocre de que todos somos iguais, etc.. e, para tanto, regozijarem-se entre os seus feitos tacanhos e perecíveis quanto à porra de suas interações vertiginosas e focadas ao alimento que comem entre si. digo-lhes, aos mesmos, que aventurem-se mais! queiram algo mais, às suas espécies e às suas mesmas paragens de compadrio, pois.. a arte, não é somente essa amostra pobre de letras adjuntas em formatação, vezes copiada, de outréns ou indicações.. a arte, é talento e criação gradativa. é.. a sua procriação.
por exemplo:

a um texto de m.. de qualquer um destes que se intitulam "fazedores" da arte,
logo, logo.. a reinar em esquecimento. e ficar apenas, os seus abraços e coçadinhas no..

tsc,tsc..


..e isso sem falar de vossos mimos e agrados, ahahahaha


ps:

Criado em: 1/2/2014 14:30
Transferir o post para outras aplicações Transferir







Links patrocinados