https://www.poetris.com/





Comentário a "sob a superfície d'atalaia", de MarySSantos
Super Participativo
Membro desde:
2/10/2021 13:11
Mensagens: 159
Link para o texto original

"sob a superfície d'atalaia", de MarySSantos

mãos em garras
laminado olhar
armadura e fortaleza

blefes de defesa

imo de cidadela
alma curvilínea
asas nos braços, leves passos

reais percalços



Percurso de leitura nº 8 (se quiser conhecer os anteriores, fica aqui o link).

Há uns bons anos, vi um filme chamado "O escafandro e a borboleta" (do realizador Julian Schnabel, estreado em 2007), que contava a história de um indivíduo que, depois de um AVC, sofreu aquilo a que se dá o nome de "síndrome do encarceramento".

Trata-se de uma patologia rara em que o paciente perde toda a capacidade motora, apesar de apresentar uma atividade mental normal, em que mantém a sua memória e se apercebe do que se passa à sua volta. Para além da perda dos movimentos dos braços, tronco e pernas, não consegue mover a parte de baixo da face, mastigar, engolir, falar, nem mover os olhos de um lado para o outro. Todavia, geralmente consegue ver, ouvir, mover os olhos para cima e para baixo e piscar.

No caso do protagonista do filme -- que é baseado num caso verídico -- tratou-se de um caso extremo, em que perdeu todas as capacidades, exceto a capacidade de piscar o olho esquerdo. Foi através desta aparentemente débil faculdade que conseguiu interagir com os que o rodeavam e, inclusivamente, ditar o livro que esteve na origem do argumento do filme. Uma bela metáfora para dizer que aquilo que vemos (e a forma como vemos) coincide com a maneira de comunicarmos.

Vem esta introdução a propósito do poema de MarySSantos, que traça um retrato de alguém encerrado na sua individualidade e que, a breves espaços, se liberta do seu cárcere pessoal e aceita a sua vulnerabilidade.

A estrutura do poema é aparentemente simples: uma sequência de expressões nominais à volta de um imaginário de guerra tradicional, de Idade Média ou de contos de fadas. Temos perante nós uma espécie de cavaleiro que, não estando, simula estar pronto para qualquer ataque (como sugerem a expressão "blefes de defesa" e o próprio título "superfície d'atalaia"), com as suas "mãos em garras", o seu "olhar" metamorfoseado em lâmina, protegido com a sua "armadura", dentro da sua "fortaleza", no íntimo das suas muralhas ("imo de cidadela").

Contudo, a certa altura, o guerreiro revela-se alguém cuja proteção não consegue ocultar o desejo de libertação. A sua "alma" é "curvilínea", talvez sugerindo este adjetivo alguns desvios à respeitabilidade e à conformidade que normalmente associamos ao conceito oposto, a retidão. As "asas nos braços" constituem uma óbvia referência à liberdade, mas convém lembrar que, fazendo parte da personagem, existem não como ato, mas como potência apenas. Finalmente, os "leves passos" -- um movimento subtil, que também pode ser as diferentes fases ou graus para atingir algo (como sabemos, a palavra "passo" também pode significar "etapa").

Chegamos ao fim com os "reais percalços", o risco da fragilidade, da indefensabilidade, que é real-efetivo-verdadeiro e simultaneamente real-régio-magnífico. De facto, temos de reconhecer que, muitas vezes, é através do assumir das nossas fraquezas que podemos encontrar vias para a reconciliação com os nossos medos e para romper com os hábitos que nos levam às nossas masmorras interiores.

Criado em: 14/3 18:47
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Comentário a "sob a superfície d'atalaia", de MarySSantos
Luso de Ouro
Membro desde:
6/6/2012 13:51
De Macapá/Amapá - Brasil
Mensagens: 5477
A gota sendo transformada em oceano!

Assim o caro poeta, interprete, dimensionou o poema, nascido de uma reflexão sobre o tema de um poema de sua autoria.

"lados" (https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=362157)


Agradeço ao poeta, leitor, interprete e critico, Benjamin, por trazer para o tópico a veia principal do pequeno poema, fazendo-a pulsar, de forma tão perfeita, do 'lado' de fora.

Maria.

Criado em: 16/3 2:27
Transferir o post para outras aplicações Transferir







Links patrocinados