https://www.poetris.com/



(1) 2 »


Fantasmas do Passado
Colaborador
Membro desde:
8/9/2009 17:29
De Lisboa
Mensagens: 2681
Por mais que eu tente entrar pela porta da frente neste lugar vazio de palavras e cheio de vocábulos mórbidos que em nada abonam a capacidade intelectual, e a sensibilidade de qualquer mortal que por aqui passa, com o simples intuito de partilhar a escrita e/ou ter acessso ao que se publica, sou confrontada sempre com a existência de mais uma porta.

Esta porta serve unicamente para dar entrada aos fantasmas do passado.

Eles existem nos mais variados tons e formas; desde a delicadeza subtil, aos modos grosseiros a atingir níveis elevadíssimos de falta de fé, quanto mais não seja nas suas próprias palavras – dos que se assumem com veemência poetas de mão cheia e depois, ao mais pequeno descuido, levam as mãos ao chão onde só existem pegadas ainda frescas de um passado recente. São sempre as mesmas, essas pegadas, pisadas e repisadas pelos mesmos pés e calcadas e decalcadas pelas mesmas mãos.

Se durante este período, todos aqueles que se afastaram por não se encaixarem neste papel ou em outro que aqui se encena diariamente, criassem novas formas e novos temas para se dizerem donos das suas palavras e atentos ao verdadeiro sentido da poesia, ou dita poesia que se escreve, não andaríamos ainda agora, a assistir às mais diversas cenas e ainda por cima mal ensaiadas. Sim, porque isto de se chegar á frente de um palco desta natureza, tem que se lhe diga: ou se é estrela, iluminando a personagem principal da peça, ou se faz parte de uma figuração abstrata, que mais não faz, do que decorar os papéis, que se encontram espalhados pelo chão.

Pelo chão andamos todos em busca de algumas pegadas deixadas ao acaso por algum poeta ensandecido, ou algum intruso que quer parecer, ao invés de ser, só e unicamente poeta, Pessoa, no seu verdadeiro papel.

Lamentavelmente, e ao que parece, os ditos "pseudos" fantasmas, versando normas práticas de como se deve comportar trazendo a lume os seus ensinamentos de vida e o que ela fez para lhe proporcionar escrever poesia, os ditos e pseudo amigos(as), unidos todos e sempre em conformidade, (já para não falar em enormidade de atabalhoadas esquisofrenias latentes), com a maioria absoluta. Digo maioria, mas em verdade absoluta que carregam sobre os ombros há alguns anos e que ainda não lhe souberam vestir a pele.

Lamentavelmente, este continua a ser um site, não para partilhar a escrita, mas para unir esforços no sentido de se ensinar a arte de bem comunicar e bem rezingar sobre a vida alheia, e não só, porque tudo vem a lume quando o fogo se acende. Continuo a pensar, e penso que já sugeri ao dono do site, fazer deste espaço - um espaço ocupado por forças a navegar em correntes estranhas, a separar as águas. Moisés fez-se ao caminho e levou a bom termo o seu povo. Fé e esperança no amanhã, que poderá muito bem ser um momento de glória para os poetas e até para os pseudo-poetas, mesmo que atabalhoados, coitados!

Faça-se a única divisão possível: os poetas, os não poetas, os pseudo-poetas e os sofredores que vestem a pele já molestada e castigada pelos fantasmas do passado.

Dolores Marques

Criado em: 5/12/2011 22:06
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Fantasmas do Passado
Colaborador
Membro desde:
31/3/2008 18:45
De Braga
Mensagens: 8087
Belo tópico, mas não tem guerra aqui.
Beijo

Criado em: 6/12/2011 0:17
_________________
RoqueSilveira
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Fantasmas do Passado
Colaborador
Membro desde:
8/9/2009 17:29
De Lisboa
Mensagens: 2681
Agradecida Roque.
A guerra tem sempre um poiso bem guardado pelos guerrreiros, e em espera.


Beijos

Criado em: 6/12/2011 12:54
_________________
"Uma longa viagem, começa com um único passo" Lao-Tsé
http://novoolharomeu.blogspot.com/
http://rituaisdomomento.blogspot.com/
http://terrasaltasdogranito.blogspot.com/
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Fantasmas do Passado
Colaborador
Membro desde:
28/7/2009 10:35
De
Mensagens: 9599
- Aprendemos a voar como os pássaros e a nadar como os peixes, mas não aprendemos a arte de conviver como irmãos. (Martin Luther King (1929-1968)

E é pena, anda por aqui muito boa gente, que escreve bem muito bem ninguém lhe tira esse mérito, mas cujo interesse é destabilizar e pôr mais lenha sempre na fogueira.
Haja paz que o sonho aqui é POESIA, então deixem sonhar quem vive ou viver quem sonha.

Dolores gostei da tua sábia prosa.

rosafogo
natalia nuno

Criado em: 6/12/2011 14:14
_________________
Na plenitude da felicidade, cada dia é uma vida inteira.
Johann Wolfgang Von Goethe

Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Fantasmas do Passado
sem nome
Fiquei encantada com este texto , tão bem escrito e com significado profundo e verdadeiro . Nada faltou a dizer, narrar e lembrar...

Agradeço tão preciosa partilha...agora me submeto à reflexão da mesma.

Um abraço Dolores

Criado em: 6/12/2011 15:52
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Fantasmas do Passado
sem nome
Há quem ame; há quem ame, mas bata, por amar. A ver se ensina.

Há quem bata por querer ensinar de si mesmo.

Há quem passe a mão na cabeça e dê um presente,
mesmo quando um erra. Por amar?

Há quem bata por não gostar ou não compreender.

Há quem bata por gostar, sim, de bater.

Gostei do texto, queria dizer mais...

Beijo em você, Dolores, e obrigado.

Criado em: 6/12/2011 16:24
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Fantasmas do Passado
sem nome
enquanto tivermos quem escreva assim como tu; nesse apanágio; a poesia estará sempre no auge...e tds as outras coisas fora da escrita ou que a enfeiam; ficam sem nenhum valor para mim. obrigado Dolores
beijo e aquele abração bem caRIOca.
zésilveiradobrasil

Criado em: 6/12/2011 16:25
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Fantasmas do Passado
Da casa!
Membro desde:
24/9/2009 9:27
De aqui
Mensagens: 392

Aplaudo Dolores!

Tudo escrito de forma pacificadora e elevada.

Bem-haja.

Clarisse

Criado em: 6/12/2011 16:55
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Fantasmas do Passado
Colaborador
Membro desde:
1/9/2008 22:23
Mensagens: 670
Caríssima Dolores:

Estão tecidas todas as considerações que o assunto merece.
Que esta reflexão corresponda ao arranque para uma nova caminhada de que saia engrandecida a arte de escrever.

O nosso apreço e abraço
Antonius Olema




Criado em: 6/12/2011 19:04
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Fantasmas do Passado
Novo Membro
Membro desde:
25/9/2013 8:21
Mensagens: 4
Realmente existem muitos fantasmas do passado, inclusive no que diz respeito a literatura mundial..por exemplo, famosos escritores da europa do leste, como por exemplo Szymborska na polonia, que inclusive ganhou o premio Nobel, pouca gente sabe, sobre sua apologia ao stalinismo, pois naquela epoca quem nao apoiava o regime nao fazia carreira...e uma pena que admiramos a pessoas que apoiavam um sistema desumano, criminoso , onde as pessoas nao tinhem direito de liberdade de expressao, sair do pais, ter suas proprias oportunidades de negócios, ler o que quiser, convidar quem quiser a sua casa, etc...vergonha saber que no Brasil existe governo que apoia por exemplo um pais como Cuba.


Verifique - Vila Velha vendo hotel

Criado em: 25/9/2013 9:09
Transferir o post para outras aplicações Transferir







Links patrocinados