https://www.poetris.com/
 
Acrósticos : 

sem titulo

 
“E quando a sofreguidão já não cabe o peito,
Extravaso, choro mudo no mundo
Erro, mas não por sentir necessidade,
Erro por não saber não amar...
E se por acaso algo mudar,
Faça-se de rogado
Advogue seu lado, esqueça-me.
Mas acho que irei acreditar
Só por mas umas noites...
Agora irei,
A tristeza me chama,
Torno-me silencio e olhares”
(Ouro Preto, 25 junho 2007)


Rômulo Ferreira

 
Autor
romulo ferreira
 
Texto
Data
Leituras
640
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.