https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Alegria : 

O poder do sorriso

 
Tags:  AjAraujo    poeta humanista  
 
Open in new window

Um súbito desejo me domina,
sabe, aquela vontade de correr,
de ecoar o grito, de soprar a chama
algo de soltar o corpo, libertar a essência...

Pois hoje, sorrio alma adentro,
percorri um pouco do tortuoso caminho
tantas vezes afrontado e esquecido
Agora acalmo meu coração sofrido

Enfim, será que um dia encontrarei o sorriso?
Que paire no ar a dúvida que acalenta o sonho
Que pise as pedras que pavimentam o meu rumo
O que me importa agora é ser "eu" um pouco...

Em completo silêncio permanecer
Para ouvir os pássaros no entardecer
Ver o luar surgir por trás dos outeiros
E o amor em flor, brotar nos canteiros...

Que fluam as derradeiras águas do verão
O outono afasta os sombrios pensamentos,
As árvores cobrem-se de folhas
E sabe Deus quantos frutos darão.

E nesta elegia me pego sorrindo
feliz, saltitante, caminhando
ombro sem fardo, vida mais leve,
a sensação de pousar suavemente...

de volta de minhas abstrações,
para curtir todas as emoções,
que esta vida dura, mas fecunda
me doa esta oportunidade única.

Open in new window

AjAraújo, o poeta humanista, escrito em abril de 1975, revisitado em fevereiro de 2010.

Imagens: Cinema Paradiso
 
Autor
AjAraujo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1241
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.