https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Reflexão : 

Memória (Drummond de Andrade)

 
Tags:  AjAraujo    poeta humanista  
 
Amar o perdido
deixa confundido
este coração.

Nada pode o olvido
contra o sem sentido
apelo do Não.

As coisas tangíveis
tornam-se insensíveis
à palma da mão.

Mas as coisas findas,
muito mais que lindas,
essas ficarão.

Carlos Drummond de Andrade, grande poeta brasileiro.
 
Autor
AjAraujo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
647
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.