https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

etiquetados

 
....um tapa na cara do noel maroto. desconfiada, descobriu a duras dores que uma coisa é gatilho da outra. e sabia que aquele vermelho luxúria abria o paraíso consumista-fossa velha cujos vermes, depois de comer toda a merda, ainda morrerão famintos e secos. merdoria, isso. desce do colo e veste seus chinelinhos também, andando olha pra trás, e vê, que o pai acaricia agora, uma outra que lhe sucedeu na série de um comercial....


,,,mas Deus gosta de ser assim também, na forma de Eu!

 
Autor
joakencor
Autor
 
Texto
Data
Leituras
770
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.