https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Amor ao dinheiro

 

Não vou falar com hipocrisia,
dizer que ele não ajuda,
tampouco fazer apologia
ou mostrar que ele me muda.

O homem se torna surdo,
o homem se torna cego.
Parece um absurdo,
muitos pagam e não negam.

Viver em função do dinheiro,
anular-se a cada momento,
entregar-se por inteiro,
só não basta o sustento.

O dinheiro é o mal do mundo,
tem gente que não acredita,
na superfície, no profundo,
amar dinheiro é coisa maldita.

 
Autor
KarenBarbosa
 
Texto
Data
Leituras
1524
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
8 pontos
8
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
carolcarolina
Publicado: 27/08/2011 16:56  Atualizado: 27/08/2011 16:56
Colaborador
Usuário desde: 24/01/2010
Localidade: RS/Brasil
Mensagens: 9300
 Re: Amor ao dinheiro
Amiga Poetisa!

Concordo com o seu poema.
Infelizmente tem gente que vive em função e para ele, o dinheiro acima do bem e do mal.
Que faz falta, é lógico que faz, mas em demasia só traz desgraça.
Bjos
Carol


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 27/08/2011 18:37  Atualizado: 27/08/2011 18:37
 Re: Amor ao dinheiro - Para Karen
Um poema que retrata liricamente uma verdade...
Gostei.

Só não concordo com a Carol Carolina...

Dinheiro em demasia só traz malefícios quando a alma do dono é possuída por ele. O segredo do negócio é saber administrar.


Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 27/08/2011 19:15  Atualizado: 27/08/2011 19:15
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 30003
 Re: Amor ao dinheiro
VIVEMOS NO MUNDO CAPITALISTA, O PRÓPRIO MUNDO A GANACIA ENSINOU, ATRAVEZ DO DEIHNEIRO ACABOU O COMPANEIRISMO, EXISTE SOMENTE O INDIVIDIALISMO.

MARETISNS


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 27/08/2011 20:40  Atualizado: 27/08/2011 20:40
 Re: Amor ao dinheiro
Infelizmente assim é. Um poema muito bem constrido relatando o pior mal do mundo.


Beijo azul