https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Juvenis : 

Chamar a juventude

 
Fecho os olhos
e tal como uma criança
corro campos e apanho flores
cheia de esperança.

Desabrocho como um bebé
gatinho poças de lama
perco-me nas cores da lua
no colo de uma ama.

Deito-me na relva
e respiro fundo
penso nas coisas boas da vida
e nas coisas más do mundo.

Suspiro,
com canções de amor
Arrepio-me,
com a reflexão de dor.

Estremeço a pensar
no meu trajecto e a minha via
Por agora, vivo o presente,
o futuro, quero viver um dia.


A.M.

 
Autor
A.M.
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1094
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Carolina
Publicado: 01/05/2012 23:51  Atualizado: 01/05/2012 23:51
Colaborador
Usuário desde: 04/07/2007
Localidade: Porto
Mensagens: 3535
 Re: Chamar a juventude
Olá Ana

Que bom, gosto de saber que continuas a escrever!!

bjinho