https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

matador de sonhos

 
Me encontrei, agora sou assim;
não me importo se sonho demais,
se permaneço fragilizado diante de mim.
Me encontro todos os dias, tanto faz...

O que esperas de mim ?Me pergunto.
Estou sendo duro comigo talvez,
se não consigo me entender,hã, junto
de ti não posso viver.

Me desligo de mim, num sono profundo,
as esperanças ficam contigo,sem saber
sou mais pequeno agora como defunto,
voltarei assim que morrer...

Tento pouco a pouco me entender,
um pedaço de mim arranquei,
e, se estou morto como posso morrer?

matando meus sonhos, morrerei...

 
Autor
carloshenriquepr
 
Texto
Data
Leituras
1163
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 25/09/2012 15:31  Atualizado: 25/09/2012 15:31
 Re: matador de sonhos
Uma pena quando nossos sonhos morrem