https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

DEIXA-ME QUE GUARDE A SAUDADE

 
Vem!
Vem a minha casa
E traz-me a minha amada
Aquela que tu me levas-te
Aquela que eu tanto amei
Mulher de amor amada.
Tu passas sem ser convidada,
Mas hoje sou eu que te peço que passes
Que me devolvas a alegria de viver.
Tu, oh morte, que em minha casa entras-te
O amor da minha vida levas-te,
Minha esposa, a mulher mais querida
Ela que me acompanhou na vida,
Trás meu amor contigo, dá-lhe a liberdade.
Leva-me a mim se quiseres,
Mas deixa-me guardar a saudade!

A. da fonseca


SOU COMO SOU E NÃO COMO OS OUTROS QUEIRAM QUE EU SEJA

Sociedade Portuguesa de Autores a Lisboa
AUTOR Nº 16430
http://sacavempoesia.blogspot.com em português
http://monplaisiramoi.eklablog.com. contos para as crianças de 3 à 103 ans
http://a...

 
Autor
Alberto da fonseca
 
Texto
Data
Leituras
1013
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
5 pontos
5
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Junior A.
Publicado: 29/12/2007 16:05  Atualizado: 29/12/2007 16:07
Colaborador
Usuário desde: 22/02/2006
Localidade: Mg
Mensagens: 894
 Re: DEIXA-ME QUE GUARDE A SAUDADE
Ela por si a guarda...
E de pouco presta gritar
Quer seja a morte, ao tempo
Pois na vida cabe em si o momento,
E ainda que sofras, não podes voltar.
Apenas sofrer, e guardar...

Mui bueno.


Enviado por Tópico
Ledalge
Publicado: 06/02/2008 20:35  Atualizado: 06/02/2008 20:35
Colaborador
Usuário desde: 24/07/2007
Localidade: BRASIL
Mensagens: 6880
 Re: DEIXA-ME QUE GUARDE A SAUDADE
Versos comovidos. Ledalge


Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 13/09/2020 15:27  Atualizado: 13/09/2020 15:27
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 9569
 Re: DEIXA-ME QUE GUARDE A SAUDADE
Bom dia Alberto da fonseca, eu experimentei esta sensação aos 34 anos de idade, e 4 anos e 4 meses de casado a morte levou a minha amada esposa, esta é a vida humana, parabéns pelos vossos incisivos versos, um abraço, MJ.