https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Saudade : 

Pastas da memória: histórias de pessoas

 
Tags:  AjAraujo    o poeta humanista.  
 
Open in new window



















A vida é assim,
a cada vez
que você mexe,
também remexe.

Acontecimentos,
Fatos curiosos
Eventos
Imagens

Como um caderno
folheado
às avessas
vão surgindo.

Hoje revirei
as pastas
os armários
do trabalho.

Lá fui
encontrando
textos perdidos
panfletos

Há sempre
muita história
por trás
de cada pergaminho

O que mais me comove
é perceber que
ainda que faça
um faxina inevitável

Há muito
pra se guardar
junto às fotografias
gravadas na mente.

A cada mirada
vou encontrando rostos
histórias singulares
de pessoas que passaram

E que deixaram
algum registro,
seja em suas falas,
ou em seus gestos.

Muitas me marcaram,
decerto bastante,
por seus mitos
e suas crenças

A todos procurei respeitar,
e ajudar na luta por afastar
o cigarro que tantos males
trouxe às suas vidas,

O cigarro que me diziam
"companheiro" certo
das horas incertas,
e às vezes onipresente.

Nominando as pastas,
separando material para escanear
ou guardando reportagens,
viajei no tempo de cada momento.

Foram tantos
os instantâneos,
que a hora passou,
e quase perdi a Van...

Mas sabe de uma coisa,
isto tornou o meu dia especial,
foi a lembrança de grandes histórias,
momentos vividos que não voltam mais...

AjAraujo, o poeta humanista, poema escrito em 26 de março de 2014.
 
Autor
AjAraujo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
555
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.