https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Nos ponteiros dos ciclos...

 
 Nos ponteiros dos ciclos...
 
Imagem google:

http://pablobernardesoficial.blogspot ... 2/08/o-tempo-de-deus.html








...
...
...

Embalando letras
Utilizando
Migalhas de linhas
Que sopram farelos.

...
Dardos venenosos
Provindos dos nativos
Da floresta
...canibais???
Nem sei, nem quero saber
umazinha que se diz amiga,(dela)
Fala de sua vida
De que, não tenho
E não tenhamos que ter preconceito.
...

Precisadas que
Ao pôr do sol
Alguém venha
Beijar sua testa
Ou afagar suas "estrelinhas"
Dando loas a "mãe"
E seus "comandados".

...

Falas sem nobreza
Da fidalguia do SIlêncio
Do nada,
Do deserto,
Do vento,
E chão.


Não sabendo ele's
A humildade
Que tem que ter,
Para aprender, disto escrever
No velado ensinamento.

...

No ponteiro do ciclo da vida
Dobra-se
Em reverência e obediência
Ajoelhadas palavras
Suplicadas verdades
Que cresçam,
E apareçam
Na fusão
Do espaço e do tempo
No universo dos versos.

...

Afiadas são as espadas
Que ferem os olhos
Tripudiando sobre
"o vento
Que bate no batente do porta"
E dos rios que podem até afogar-se
"Ampulhetando" letras.

...

Com sua arrogância
Subestimando
A
Verdade que se faz
No SIlencio das horas.

...

Nos ciclos do infinito
O sentir que vela
O amor salmado
Na constância da régia
Que se faz
No mais inefável SIlêncio.


...

Já é tempo demais

Pois, paciência tem limite.


Pediu!!!
Na verdade implorou,
Todos os dias
... por duas luas.

...

...Nos ciclos do ponteiro
Respostas se fazem verdades...
De SI.

...

Ray Nascimento






Do fundo do meu ser; amo te ler; tua amizade e seu amor sincero são refrigero pra minha alma.Te amo Amiga do seu AMIGOMENINO!
Open in new window
Adriel

Como diz minha doce irmã:
"No SIlêncio de um salmo, tem sempre... uma resposta velada".
Flormorena
 
Autor
RayNascimento
 
Texto
Data
Leituras
809
Favoritos
3
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
35 pontos
5
3
3
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 05/12/2014 15:35  Atualizado: 05/12/2014 15:35
 Re: Nos ponteiros dos ciclos...
Ray...Até Jesus Cristo teve seu momento de expressar sua ira e com esse gesto Ele nos mostrou como lidar com as intempéries da carne.
Entendo perfeitamente bem cada palavra sua o que quer dizer.
O que acho bacana é sua firmeza que guarda a brandura e ter consciência de que a manifestação da zanga ao sentir alvo injusto de más energias à propósito,é um direito seu como ser humano,mesmo que evoluído.
Ser zen e ter paz,harmonia,não é ser debiloide e agir como se não soubesse se defender.
Um das suas mais bonitas qualidades Ray é centrar na percepção de saber quando calar e quando falar e sobretudo o de viver na prática o que diz.
O sábio disse que não devemos deixar o sol se por sob nossa ira,entendo que essa advertência tem tudo haver com o coração puro, sempre fazendo a prevenção contra mágoas e rancores sentimentos torpes que tendem a adoecer a alma.
Sabe minha anjinha?
A medida da valor de uma pessoa começa na demonstração de como ela lida com as setas enviadas para ferir,nos ataques cerceados na traição vil de silêncios vis ou de trocadilhos cretinos e você no cimo da sua dignidade incontestável,soube e sempre continua a se desvencilhar com louvor de certas pequenez.
Até na guerra há de se saber manejar as armas adequadas,rsrsrs.
Tem uma pequena reflexão de Goethe que inserido no contexto do que aqui escrevo para você,sei que vai entender,diz o seguinte:

«Cabe tarefa irrecusável, seriíssima, dia a dia renovada, de - com a máxima imediaticidade e adequação possíveis - fazer coincidir a palavra com a coisa sentida, contemplada, pensada, experimentada, imaginada ou produzida pela razão.
Que cada um tente fazê-lo. Verificará que é muito mais difícil do que se costuma pensar. Porque para os homens, infelizmente, as palavras são de um modo geral toscos substitutos. Na maior parte das vezes o homem pensa ou sabe melhor do que aquilo que a exprime.»

e seguindo a linha,deixo essa joia do Jorge de Sena:

«Levam as frases sentido
que uma cadência lhes dá:
sentido do não-vivido
a que fica reduzido
o que, escolhido, não há.

Do imo do poder ser,
onde o não-sido se arrasta,
ouvi cadências crescer:
vaga música de ter,
na vida, quanto não basta -

quanto um sentido se entenda,
que nem verdade ou mentira.
(Que o que dele se aprenda
é como cobarde venda
para que a luz nos não fira.

Luz sem luz, brilho da treva
que tudo no fundo é;
e a certeza que se eleva
do fundo da própria treva,
de exacta que seja, é.)

Levam justiça consigo
as palavras que dissermos.
Por quanto sentido antigo,
nelas ficou por castigo
o futuro que tivermos.

Levam as frases sentido
que uma cadência lhes dá.
É justo, injusto - o escolhido?
Como quereis que, vivido,
ele não seja o que será?»



Meu sincero reconhecimento pela sua maestria,meus aplausos respeitosos e olhe miguxa:Firme,força!!Você é especial,não foi pelo acaso que seu nome é Ray Nascimento.
Bjs e bjs e bjs,amo muito você,que paz e o zelo dos anjos estejam sempre ao seu redor.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 05/12/2014 15:55  Atualizado: 05/12/2014 15:55
 Re: Nos ponteiros dos ciclos...






Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 09/12/2014 05:07  Atualizado: 09/12/2014 05:17
 Re: Nos ponteiros dos ciclos...
Também amo ocê,anjinha,bom diaaaaaaa! bjs e bjs!