https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

IFNINITAMENTE...

 
INFINITAMENTE...

Se dos mais singulares e precisos
Infinitos fragmentos sem os abrigos
Sigilo insolúvel envolve os amantes

Poente todo belo vejo pelos mares
Brisa do acaso que toda contemplada
Que há de brotar perene sempre o novo

Fora o pensamento nada nos pertence

Suspenso salto da alma frondoso outeiro...

Luiza De Marillac Bessa Luna Michel


Luiza De Marillac Bessa Luna Michel

 
Autor
Lumarillac
 
Texto
Data
Leituras
529
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.