https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Até no infinito

 


olhar para o infinito não basta.
momento que surge o enlevo;
comenos que aflora anseio.
amar-te com nados vastos
em tempos breves.

de vento enlaças-me.
sutil movimento
onde curvas tuas arrastam minha lucidez
para o templo sem chão pra raiz

para o infinito, olhar não basta
lá estás
tenra menina,
na mulher madura
ambas grávidas de poesia
colonizando minhas
fantasias


 
Autor
NilCortes
Autor
 
Texto
Data
Leituras
565
Favoritos
3
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
30 pontos
0
3
3
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.