https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Reflexão : 

Um Amigo Para o Natal

 
Tags:  amizade    felicidade    rimas    pensamento  
 
Um Amigo Para o Natal
 
É na madrugada que penso em algo que me agrada
É neste momento que possuo a palavra exata
E essa palavra de hoje é Natal, pensando se ocorrerá algum festival
Mas também penso em pessoas, poucas, admito
Da minha mente não as retiro
Pois se fizer mudarei a maneira como vivo
Portanto o assunto do texto já aparece, quero ser um amigo
Venha até mim com seus problemas, escutarei com total sigilo
Me enxergue como um abrigo provisório
Usando logo acima um termo metafórico
Estou aqui para lhe oferecer apoio, e também torcer
Por que não experimentamos nos conhecer?
Talvez você aceite este meu ser
Só é necessário dizer o local para nos encontrar, que estarei lá
Pois meu Natal só será belo se eu tiver conhecimento
Que ninguém que me importo vive em atual sofrimento
O que aconteceu com a gente? Por que ficamos tão distantes?
Mas os momentos que vivi foram importantes.

É na madrugada em que belas palavras, frases, me lotam
E que escrevo os textos que me confortam
Apenas para mim eles são cruciais, os adoro
Eles são o resumo de minha fuga perante tanto ódio
Em minha vida eles marcaram um fato histórico
Se não fossem as palavras, hoje poderia estar melancólico
Ainda mais fazendo parte deste mundo caótico
E não estou sendo neurótico
Mas está sendo ótimo este fim de ano de tanta má sorte
Cada palavra torna-se consorte, e não encontram a morte
Minha vida hoje está uma beleza
Esperando aqui o dia 25, a ceia na mesa
Mas se quiser me adicionar felicidade venha com certeza.

Você poderia me dar um sinal de vida
Não é como se eu quisesse persegui-la
Gostaria apenas que me dissesse se está protegida
Se ainda está perdida, que está procurando seguir a linha
Se sua mente ainda se encontra aflita
Gostaria de escutar que conseguiu manter o controle de sua rebeldia
Para esse Natal eu gostaria de estar com todos
E contigo também, ainda falta muito para você completar dezoito
Sinto nojo de mentiroso, portanto não o convidaria
Natal é época de alegria, nascimento e euforia
Quero poder ficar aqui junto à minha rima querida
Mesmo mal amada ela me conforta, me contagia
De frente para a tristeza ela se torna um inseticida
E mesmo com a péssima caligrafia, sem comentar a ortografia
Afinal elas são primas, que comigo sofrem uma briga
Como uma sinfonia, esse ano se encerrará com maestria
A rua, de luzes será polida
No último dia, a 2016 eu darei minha despedida
Agradecerei pela experiência obtida
Que me permitiu sonhar mais ainda
Agradecerei meus pais, minha família
Natal, venha me abraçar com seu alto astral.

 
Autor
AteopPensador
 
Texto
Data
Leituras
325
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.