https://www.poetris.com/
Poemas -> Desilusão : 

Vara curta

 
Tags:  dolorosa    Machuca    Linimento  
 
Open in new window
Esta dor que machuca.
Esta mágoa que não passa,
Que tortura e que embaça,
Meus olhos, e a alma cutuca.

Cutuca com vara curta.
Eta viver complicado,
Sem um significado,
Poucas vezes com perfume de murta.

Suspiro que sai do peito,
Tão longo que não tem fim,
Se desprende saindo de mim,
Não muda, não tem jeito.

Minha alma dolorosa,
Carregada de sentimentos,
Procura a palavra, um linimento,
Que me aqueça, que seja calorosa.

Nereida


 
Autor
nereida
Autor
 
Texto
Data
Leituras
180
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
6 pontos
4
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Juanito
Publicado: 12/01/2018 20:05  Atualizado: 12/01/2018 20:05
Colaborador
Usuário desde: 26/12/2016
Localidade: España
Mensagens: 2563
 Re: Vara curta
Querida amiga, a palavra é um grande remédio para as dores da alma, e até do corpo.

Gostei muito do poema!!
Meus parabéns!!

Um beijo


Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 13/01/2018 17:58  Atualizado: 13/01/2018 17:58
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 11165
 Re: Vara curta
Nereida,

A dor que machuca a alma, mas produz bela poesia.
Bj
Nanda