https://www.poetris.com/
Poemas -> Sociais : 

Que cidade fui abraçar!

 
Open in new window


Como é que pode?
Assim uma cidade
ser tão mal tratada
ser tão mal gerida
e ainda tão visitada
e ainda tão amada
apesar da bala na testa
no Vidigal, executada
apesar da geosmina
na água da torneira
o Cristo olha a tudo
comovido e desolado,
carioca cabisbaixo
e tão resignado,
que cidade foi abraçar?
e que escolha a gente
faz, não há quem governe
nem quem conserte
é tudo um disparate,
que sonífero tem nessa
água (?) barrenta
que deixa o povo abilolado?
Se pergunta no alto
do Corcovado, o Cristo,
que cidade fui abraçar...

AjAraujo, o poeta humanista, escrito em 23/1/20

Foto por @ddanielrez
 
Autor
AjAraujo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
110
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.