https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Tristeza : 

Estigma de amor

 
Tags:  amor    dor    coração    abandono    estigma  
 
Open in new window



















<p align="center"><strong><em>Um estigma no meu coração apareceu</em></strong><br />
<strong><em>Todos os dias eu tento ele curar</em></strong><br />
<strong><em>Você bem o sabe quando ele se abriu</em></strong><br />
<strong><em>Foi quando me deixou a chorar</em></strong><br />
<strong><em>Naquela tarde fria junto ao mar</em></strong><br />
<strong><em>Mergulhei nesta dor que trespassa</em></strong><br />
<strong><em>Dói tanto que não sei como ela passa</em></strong><br />
<strong><em>Parece que o sangue por ele jorra</em></strong><br />
<strong><em>Maldigo aquele dia, quero que ele morra</em></strong><br />
<strong><em>Junto às lembranças que me deixou</em></strong><br />
<strong><em>Mas parece um tormento, ele me tatuou</em></strong><br />
<strong><em>Não morre mesmo que eu queira</em></strong><br />
<strong><em>Está no meu coração a sua mentira</em></strong><br />
<strong><em>Quando falou que um dia voltaria</em></strong><br />
<strong><em>Quanto mais o tempo passa</em></strong><br />
<strong><em>Mais o estigma aumenta sem pressa</em></strong><br />
<strong><em>Espero que não tome conta de mim</em></strong><br />
<strong><em>Não quero sofrer tanto assim</em></strong><br />
<strong><em>Ver minha alma, meu corpo degradar</em></strong><br />
<strong><em>Sem ver você novamente a me amar</em></strong><br />
<strong><em>Sinto-me pela sua ausência amargurada</em></strong><br />
<strong><em>Como se a minha carne fosse rasgada</em></strong><br />
<strong><em>Não posso ser feliz assim com esta dor</em></strong><br />
<strong><em>Que silenciosamente assassina meus sonhos</em></strong><br />
<strong><em>O meu sorriso morre nos lábios</em></strong><br />
<strong><em>Quando levo minha mão ao coração</em></strong><br />
<strong><em>Sinto que ele ainda sofre por tanto te amar</em></strong><br />
<strong><em>Vem amor curar esta chaga aberta</em></strong><br />
<strong><em>Que minha alma sem ti não será liberta</em></strong></p>
<p align="center"><strong><em>&nbsp;</em></strong></p>
</body>
</html>


Open in new window
Obras registradas na Biblioteca Nacional
e protegida pela Lei 9610 de 19/02/1998
http://sabordapoesia.blogspot.com/
https://twit...

 
Autor
ângelaLugo
 
Texto
Data
Leituras
2486
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
10
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Alberto da fonseca
Publicado: 12/04/2008 10:18  Atualizado: 12/04/2008 10:18
Colaborador
Usuário desde: 01/12/2007
Localidade: Natural de Sacavém,residente em Les Vans sul da Ardéche França
Mensagens: 7113
 Re: Estigma de amor
O melhor tratamento para esse estigma é esquecer. Faz como se ele nunca tivesse existido ou que não passou de um sonho. Não merece a pena sofrer quando nos sentimos abandonados.
Lindissimo Angela
bjs poetisa
A. da fonseca


Enviado por Tópico
Zélia Nicolodi
Publicado: 12/04/2008 13:13  Atualizado: 12/04/2008 13:13
Colaborador
Usuário desde: 18/01/2008
Localidade: Curitiba - PR.
Mensagens: 983
 Re: Estigma de amor
Querida Angela, senti muita emoção em seus versos...Amores mentirosos, devem ser esquecidos, por mais dificil que pareça!
Beijos no seu coração e um final de semana iluminado...


Enviado por Tópico
Tânia Mara Camargo
Publicado: 12/04/2008 15:54  Atualizado: 12/04/2008 15:54
Colaborador
Usuário desde: 11/09/2007
Localidade:
Mensagens: 4263
 Re: Estigma de amor
Angela querida, muitos já passaram por isto,
mas descrever com tanta precisão é difícil
e conseguiste. Triste mas belissímo!Beijos!


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 12/04/2008 19:15  Atualizado: 12/04/2008 19:15
 Re: Estigma de amor
Ah! essas tristezas que percorrem essa tu'alma Ângela...
Vê-se no discurso poético algo que é visto em sua poética, o desenlaçe amoroso e a ferida que lacera a pele e incomoda ao caminhar no percurso de vida. O amor é assim, dói tanto a quem amamos mas nada podemos fazer. Eu sei bem disso, sou um 'incurado do amor', vertendo em poesia o que a vida privou-me de viver... Por isso me identifiquei demais com esse poema. Parabéns novamente, beijos de Godi.


Enviado por Tópico
juvepp
Publicado: 13/04/2008 20:03  Atualizado: 13/04/2008 20:03
Colaborador
Usuário desde: 13/04/2007
Localidade: Machico - Madeira
Mensagens: 547
 Re: Estigma de amor
Olá Angela, as dores de amar em belas mais doridas metáforas.
Teus poemas possuem um lirismo muito forte.
Beijinhos.