Contos -> Tristeza : 

O Abraço Mortal!

 


O Abraço Mortal!




Existem diversas formas de amor, entretanto uma grande expressão dela é representada aqui entre Carlos Brandão e Robert Jesus , avô e neto respectivamente, um a história que realmente deixou-me chocado diante de tamanho infortúnio, a partir de um ato impensado, entre pessoas tão queridas.
O Senhor, que é pai da sua genitora, trabalhava como pedreiro, uma profissão muito digna e também muito pesada, exige do físico muito mais do que podemos dar, principalmente quando o trabalhador chega à terceira idade, muitas vezes não tem sábado, domingo, tampouco feriado, quando precisarem eles têm que estar à disposição, porque se ele não for ao encontro do serviço, outro com certeza irá.
Num desses finais de semana, o garoto foi com sua genitora encontrar seu querido avô, aproveitando o sábado para um almoço em família, só que ele foi chamado pelo vizinho para consertar uma calha, que estava com problemas, essa saída d’água de repente juntou-se com um fio desencapado causando uma grande tragédia, onde o garoto, sentiu um forte cheiro de carne queimada, indo ver o que estava acontecendo.
De repente ele viu seu Carlos preso ao cabo de alta tensão, pegando fogo! Cuja cena aterradora, não fez o nosso personagem recuar, partindo prontamente ao encontro ao eletrocutado trabalhador, cobrindo-o com seu próprio corpo...
Foi a única cena heroica que se lembrava, ao acordar com o corpo totalmente queimado no setor específico do Hospital Roberto Santos.
Ao sair do coma induzido, após meses, percebeu que seus membros inferiores estavam pretos, o peitoral já estava com uma película bem fininha enxertada pelos médicos após horas de delicada cirurgia, que ainda necessitava de estremos cuidados.
Depois de muita luta pela recuperação, o trabalho todo deu um retrocesso, somente pelo simples ato de querer tomar o seu desjejum, pois ao tentar inclinar-se, o peitoral rompeu-se e tudo se apagou novamente, voltando ao estado de coma.
Nesse momento ele percebeu que um anjo tinha ido buscá-lo, levando-o ao que ele chama de inferno, cujas pessoas estavam em grande estado de sofrimento, sendo que tinha um desencarnado em meio a elas que fez o seu resgate, levando a planos superiores.
Justamente nesse plano ele encontrou o falecido avô, em estado de sono, em uma espécie de nuvem.
O desespero tomou conta do nosso personagem, que repentinamente acordou, dizendo que os seus familiares tinha que se converter, entre dores e ansiedade, onde foi medicada morfina, voltando a dormir.
No dia seguinte já estava bem melhor, entretanto tinha que passar por um amplo processo de recuperação, inclusive aprender a voltar a andar, mas na Glória do Senhor, paulatinamente o rapaz foi se recuperando, até receber alta.
Muitas e muitas histórias de superação mostram a presença e a força do nosso criador, cujas pessoas abnegadas abraçam literalmente a morte, pondo a sua vida em perigo, ao passo que outras não abraçam sequer um projeto de vida, deixando seguir o seu destino ao sabor do vento, um contraponto que todos e todas devem refletir, percebendo que não estamos aqui por acaso, se existe céu ou inferno, não vem ao caso, o importante é estar sempre aberto a novas e importantes Histórias de superação, pois a vida está estampada em nossas faces, chamando-nos sempre para a prática de boas e produtivas ações.


Marcelo de Oliveira Souza,IwA
Do blog: http://marceloescritor2.blogspot.com
Instagram: marceloescritor2


Marcelo de Oliveira Souza,IwA
Dr. Honoris Causa em Literatura
site: www.poesiassemfronteiras.no.comunidades.net - Concurso Literário
blog: http://marceloescritor2.blogspot.com
Instagram: @marceloescritor2


 
Autor
marcelooso
 
Texto
Data
Leituras
102
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.