https://www.poetris.com/
 
Mensagens -> Amor : 

A CARTA QUE NÃO MANDEI....

 


Open in new window
Queria teu olhar nos meus olhos,
me resta saber que agora tenho teus olhos lendo palavras que se pudesse iria gritar.
Queria te olhar,tentar desvendar quando errei, ou onde erramos,
em que esquina te perdi, por onde olhei que não te vi.
Engraçado pensei estava tão perto,me sentia tão segura que o medo não pairava no coração,
tenho que confessar que já era meu e não sabia, era prenda que me pertencia e agora apenas
diz Adeus. Aprendi que quando acaba, pior é correr atrás, não! é errado....
Você precisa sentir minha falta, eu preciso saber que você vem;
Será que se te procurar,pedir pra voltar, dizer que te amo, gritar para o mundo, você vai escutar?!
Não sei, tenho medo do incerto e mais ainda medo do seu desprezo, do não querer, de me esquecer de lembra.
Fico aqui pensando,como te falo pra voltar, devo ir calma e mansa, devo fazer cena, rasgar as roupas....
Não sei, se hoje te quero porque foi, ou te venero de tal forma que me perco neste amor, queria não pensar,
queria sair de mim mesma, me vestir de coragem e te olhar...
Se tivesse essa coragem, bastaria...
Minhas palavras são meras frase, feitas ao acaso, perto do que gostaria de falar, acho só se pudesse ler minha alma,
sem virgulas, poderia me escutar.
Eu te lembro por lembrar, ao acaso, de caso pensado, não paro de te procurar;
te encontro em cada lágrima de minha face, no sorriso que pintei a cada ato de amar.
E como faço, me ensina esquecer, me ensina te perder, me ensina a não ser você em cada passo.
Meu amado, te odeio com a mesma força que escondo o sentimento de amar, te odeio porque me arranca
a alma de uma forma branda, mesmo sem tocar.
Te odeio de ódio de amar....
Angustia que doí o peito, vira tormento e de ódio morro de amar...
Queria dizer fica, gritar vai não te quero amar...
Meu amado, não sou agua sem teu mar, não sou o pouco de nada, perdida em mim mesma..
Juro não consigo me achar....
Que faço, desisto de você?! desisto de mim mesma?!
Te entrego a sorte, deixando o tempo calar....
Queria te fazer carinho, queria escutar baixinho que sou aquela que te faz ficar,
queria teu corpo feito o meu, querendo amar..
Queria tudo e agora.....
Corro no mundo a busca de outros a olhar...
Paro o mundo.... para te fazer escutar...
Preciso do caminho, que perdi, preciso do brilho dos teus olhos,
para me achar...
Acho bastaria saber que ainda se lembra....
Bastaria saber que doí teu peito como o meu...
Bastaria um ficar, no lugar de um Adeus.....


by
S_Adverso

 
Autor
ADVERSO
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1300
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.