https://www.poetris.com/
Cecília Meireles : Cecília e Gabriela Mistral
em 20/06/2008 21:20:00 (9598 leituras)
Cecília Meireles

Gabriela Mistral / Cecília Meireles

Um ensaio de Cecília Meireles sobre Gabriela, e um ensaio de uma chilena sobre Cecília, que reune impressões de Gabriela Mistral sobre a poetisa brasileira.

Edição bilíngüe - português/castelhano, publicada pela Academia Brasileira de Letras em conjunto com a Academia Chilena de la Lengua, em 2003.

Destaco dois poemas: o primeiro de Gabriela Mistral, o seguinte de Cecília.

Dame la mano

Dame la mano y danzaremos;
dame la mano y me amarás.
Como una sola flor seremos,
como una flor, y nada más...

El mismo verso cantaremos,
al mismo paso bailarás.
Como una espiga ondularemos,
como una espiga, y nada más.

Te llamas Rosa y yo Esperanza;
pero tu nombre olvidarás,
porque seremos una danza
en la colina y nada más...


Timidez

Basta-me um pequeno gesto,
feito de longe e de leve,
para que venhas comigo
e eu para sempre te leve...

— mas só esse eu não farei.

Uma palavra caída
das montanhas dos instantes
desmancha todos os mares
e une as terras mais distantes...

— palavra que não direi.

Para que tu me adivinhes,
entre os ventos taciturnos,
apago meus pensamentos,
ponho vestidos noturnos,

— que amargamente inventei.

E, enquanto não me descobres,
os mundos vão navegando
nos ares certos do tempo,
até não se sabe quando...

— e um dia me acabarei.


**************************************************


Imprimir este poema Enviar este poema a um amigo Salvar este poema como PDF
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Links patrocinados

Visite também...