https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Precipícios

 
Grades de sonho
Suspensos jardins babilónicos
Alegoria fictícia
Vastos horizontes

Rubro levitar longínquo
Precipícios de mentira
Onde os pés resvalam
Vale desencantado

Movimento triste
Agitados náufragos
Desnorte sem guarida

Esvai-se o som dos tambores
O fumo rebocado no vento,
Nas estrelas escrita
A verdade
Ancorada no galopar alado

Saltam os olhos despertos
…A pior das realidades,
Aquela que liberta…



Ana Coelho
Os meus sonhos nunca dormem, sossegam somente por vagas horas quando as nuvens se encostam ao vento.
Os meus pensamentos são acasos que me chegam em relâmpagos, caem no papel em obediência à mente...

 
Autor
AnaCoelho
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1274
Favoritos
4
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
50 pontos
18
0
4
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 10/11/2009 19:36  Atualizado: 10/11/2009 19:36
 Re: Precipícios
Um poema onde a metáfora de mãos dadas com o ritmo perfeito constroem uma imagem invulgar.


Enviado por Tópico
Henricabilio
Publicado: 10/11/2009 19:56  Atualizado: 10/11/2009 19:56
Colaborador
Usuário desde: 02/04/2009
Localidade: Caldas da Rainha - Portugal
Mensagens: 6963
 Re: Precipícios
A realidade que liberta
mostra que havia prisão...

Os sonhos exigem-se sem grades.

1 abraço0!
Abili0


Enviado por Tópico
rosafogo
Publicado: 10/11/2009 20:26  Atualizado: 10/11/2009 20:26
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2009
Localidade:
Mensagens: 9599
 Re: Precipícios
Olá Aninha

Estive a ler o teu poema, com muito prazer, e a
tentar interpretar.
Quando o sonho é castelo de areia, o despertar para a realidade liberta mas dói, e
é ferida que custa a sarar.
Não quero perdê-lo, como sempre é lindo, mas
merecia melhor comentário.

Beijinho
rosa


Enviado por Tópico
Conceição Bernardino
Publicado: 10/11/2009 21:05  Atualizado: 10/11/2009 21:05
Colaborador
Usuário desde: 22/08/2009
Localidade: Porto
Mensagens: 3332
 Re: Precipícios
o fumo rebocado no vento - o fumo que se engole nos sons das palavras escritas.

beijo
MG


Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 10/11/2009 21:38  Atualizado: 10/11/2009 21:38
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: Precipícios
A tua poesia sempre rica em metáfora
é um conforto para quem aprecia
a poesia lírica.
Um beijo
Vóny Ferreira


Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 10/11/2009 21:45  Atualizado: 10/11/2009 21:45
Membro de honra
Usuário desde: 08/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 15557
 Re: Precipícios
Sempre que venho beber nessa fonte me farto! Nunca se perde "viajem" vindo até ti. Textos lindos e ricos em lirismo e vocábulos. Beijos de admiração!


Enviado por Tópico
poesiadeneno
Publicado: 10/11/2009 22:21  Atualizado: 10/11/2009 22:21
Colaborador
Usuário desde: 27/06/2009
Localidade:
Mensagens: 1407
 Re: Precipícios
Ana,

E não é que, por vezes, o sonho tem algo de real.

Apreciei.


Enviado por Tópico
jomasipe
Publicado: 10/11/2009 23:21  Atualizado: 10/11/2009 23:21
Colaborador
Usuário desde: 28/09/2009
Localidade:
Mensagens: 1168
 Re: Precipícios
favorito!
adorei este momento em que te li.

bjs
JS


Enviado por Tópico
Liliana Jardim
Publicado: 11/11/2009 00:40  Atualizado: 11/11/2009 00:41
Luso de Ouro
Usuário desde: 08/10/2007
Localidade: Caniço-Madeira
Mensagens: 4577
 Re: Precipícios
Hum... um sonho é percipicio...reflectir...

Sonho é sonho, a realidade na maior parte das vezes é diferente e pode libertar, mas há sonhos por que vale a pena lutar e transformá-los em realidade, libertando o ser..

Gsstei de te ler Ana

Jinhos
Tudo de bom para ti