https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

Enquanto vivo

 
Enquanto vivo... A matriz me supera... Lânguida e ávida de um amor incessante aprisiono em minha mente insana amores perfeitos de frases imperfeitas.

Vulcanizo a alma em explosões de paixões dilacerantes em contos venerados por uma literatura a muito extinta, mais ainda almejada pelos amantes que insuflados de prazer tornam a criatividade apaixonante e linda.

Enquanto vivo... Gira em mim um mundo cheio de encantos; em meio a flores e relvas verdejantes onde habitam a essência, a transparência de uma beleza exuberante que transforma a paisagem em versos pintados a mão e insinuantes.

Vivo enquanto puder fazer do espaço a liberdade do confronto entre o sim e o não, do querer desesperado com a razão e da angústia dos dias com a presença da solidão.

Só vivo enquanto saltar de minha mente as frases incertas de significados diversos e de amores sinceros, enquanto minha alma permitir vibrar e meu coração exigir exteriorar os sentimentos contidos para que eu ganhe dias neste lugar.

Só vivo mesmo enquanto existir o céu e o mar, por que são estas as vias que te farão chegar.

 
Autor
Decifrando.enigmas
 
Texto
Data
Leituras
984
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 15/11/2009 14:45  Atualizado: 15/11/2009 14:45
 Re: Enquanto vivo
fantastico!!!
adorei teu texo!
parabens!
beijos meus!


Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 15/11/2009 16:30  Atualizado: 15/11/2009 16:30
Membro de honra
Usuário desde: 07/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 15742
 Re: Enquanto vivo
Ah, que beleza de linhas que me fazem tão bem que chegam a me entorpecer o corpo e a alma! Cada palavra um toque a mais em mim! Beijos, linda amiga! Que bom que está gostando do site. Mais beijos e beijos e beijos e bei...

Enviado por Tópico
Moura365
Publicado: 15/11/2009 19:03  Atualizado: 15/11/2009 19:03
Colaborador
Usuário desde: 23/10/2009
Localidade: Rio tinto-Porto
Mensagens: 2284
 Re: Enquanto vivo
Enquanto viveres, continua a escrever belos poemas como este.

Gostei muito.

Parabéns!

Abraço

Gil