https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

chorinho

 
cuspo
o primeiro adeus
deitar e ver estrelas
te amo ainda
...eu acho que era pra ser
durmo, acordo, como, durmo
lavo o cabelo
vivo onde até as rochas falam
meu sangue é branco
nem dama, nem cortesã
apenas mulher
inquieta e firme
nem doce, nem amarga
no ponto
atravesso ruas
com semáforo quebrado
minha alma muda de pele
pernoito na vida
tenho momentos como esse
em que abro a janela
pra nos ver passar
e choro com o chorinho


Devo confessar que sou o contrário, meus passos seguem em contrário.
Sou uma pessoa inquieta, vou onde meu vento me leva. Artista Plástica e escritora, as vezes sem saber se pintoraqueescreve ou escritoraquepinta...
Procuro por algo, mas a intenção n...

 
Autor
Vania Lopez
 
Texto
Data
Leituras
1140
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
16 pontos
8
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 19/02/2010 01:05  Atualizado: 19/02/2010 01:05
 Re: chorinho
Sentimentos desacordados na noite. O dia acaba por amanhecer num novo rumo. A cada momento tudo se transforma, mesmo que imperceptível.

Este vou levar


Beijo azul

Enviado por Tópico
RoqueSilveira
Publicado: 19/02/2010 01:09  Atualizado: 19/02/2010 01:09
Colaborador
Usuário desde: 31/03/2008
Localidade: Braga
Mensagens: 8228
 Re: chorinho
A tua maneira de dizer do amor, da inquietação, do ar que falta, sente-se...
Beijo

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 19/02/2010 01:18  Atualizado: 19/02/2010 01:18
 Re: chorinho
este seu cantar em versos; é o romantismo que ainda permanece incrustrado em ti. nesta alma seresteira. dá pra sentir daqui.

beijo e afeto, Vania.

Silveira

Enviado por Tópico
Massari
Publicado: 19/02/2010 01:35  Atualizado: 19/02/2010 01:35
Colaborador
Usuário desde: 07/12/2009
Localidade: Sertãozinho/SP
Mensagens: 1089
 Re: chorinho
Lembra-me o poema as noites em Poços de Caldas, quando na praça central aquele maravilhoso Grupo de Chorinho interpretava os grandes clássicos desta música tão divinamente brasileira.
E ao som de "Carinhoso" de "Pixinguinha" deixo aqui um carinhoso abraço

Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 20/02/2010 09:57  Atualizado: 20/02/2010 09:57
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 11186
 Re: chorinho
vânia,
A inquietude do amor, o desassossego que traz a alma desperta e magoada.
Beijinhos
Nanda

Enviado por Tópico
Julio Saraiva
Publicado: 20/02/2010 10:29  Atualizado: 20/02/2010 10:29
Colaborador
Usuário desde: 13/10/2007
Localidade: São Paulo- Brasil
Mensagens: 4206
 Re: chorinhop/vania
só se pode amar um poema como este. não digo mais nada.

carinho,

j.

Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 20/02/2010 10:36  Atualizado: 20/02/2010 10:36
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: chorinho
E o amor passa, o sentido de tudo passa, e fica então esse vazio transformado em rocha.
Belo, amiga.
Vóny Ferreira

Enviado por Tópico
Henricabilio
Publicado: 20/02/2010 11:09  Atualizado: 20/02/2010 11:09
Colaborador
Usuário desde: 02/04/2009
Localidade: Caldas da Rainha - Portugal
Mensagens: 6963
 Re: chorinho
Os cânticos da Vida fazem de dentro para fora, quando olhamos o nosso interior para apreender o mundo que nos rodeia.
E a poesia é um dos nossos mais genu_hinos gritos de liberdade.

Um abraçooo!
.Abilio.