https://www.poetris.com/

 
(1) 2 3 4 ... 72 »
Offline
Vania Lopez
Estado imperfeito
a saudade vai à frente quebra os vasos bordados de girassóis toca o azul abandonado no ar enquant...
Enviado por Vania Lopez
em 27/06/2016 23:09:45
Offline
Vania Lopez
(como uma janela sem asas)
nessa noite todos os carros são iguais assombrando as ruas que passam de pó e desamparo o amor mo...
Enviado por Vania Lopez
em 22/08/2015 03:26:25
Offline
Vania Lopez
faca de novela
não sei entender o céu se a noite olha para mim dei-lhe o seu nome os vestidos, a louça, o telefo...
Enviado por Vania Lopez
em 15/08/2015 05:37:08
Offline
Vania Lopez
no final, foi o vento.
banha seus cabelos com água de cheiro por cima das horas e o macio do espelho enaltece a tudo que...
Enviado por Vania Lopez
em 14/07/2015 05:36:32
Offline
Vania Lopez
pré-verbal
metade de um segundo da Alemanha a televisão ainda está quente com notícias da sua doçura Deus te...
Enviado por Vania Lopez
em 12/07/2015 02:57:06
Offline
Vania Lopez
anatomia de uma oração
meu bem meu bem seus passos ainda não nasceram escuto-os e a porta sempre está brilhando em outra...
Enviado por Vania Lopez
em 05/07/2015 20:50:51
Offline
Vania Lopez
pela hora que nos dorme
pelos joelhos puídos da calça esperando a prece fosse ‘ela’ uma delicada dor pelo chão apertado t...
Enviado por Vania Lopez
em 30/06/2015 03:32:58
Offline
Vania Lopez
livro das horas
quem sabe o bom amor desbotou preso na fotografia como um prego morrendo de sede deseja a parede ...
Enviado por Vania Lopez
em 20/06/2015 05:01:04
Offline
Vania Lopez
metade de uma noite azul
apluma tua alma simula por completo uma garoa de luzes para quebrar o gelo do vestido. o vento es...
Enviado por Vania Lopez
em 13/06/2015 04:36:50
Offline
Vania Lopez
catedrais
eu penso que visite meus olhos parcialmente devorado como um homem ama uma mulher meio bonito, m...
Enviado por Vania Lopez
em 04/06/2015 04:36:07
Offline
Vania Lopez
épico da alma nua (II)
tolos relógios que não voltam tempo em estado bruto e eu tão pequena o passar dos pedaços do que...
Enviado por Vania Lopez
em 24/05/2015 05:33:29
Offline
Vania Lopez
pequeno pedaço extasiado
hei de tragar a noite quando ela corta o vestido como uma faca inventada feito água aparecendo no...
Enviado por Vania Lopez
em 03/05/2015 05:12:16
Offline
Vania Lopez
prece de perfume
entorte minha alma com gestos geométricos multiplique o fel, os sentidos, as facas. oferte-me o ...
Enviado por Vania Lopez
em 31/03/2015 06:33:54
Offline
Vania Lopez
asa do amanhã
agudo pedaço de mim minha roupa, meu sapato. azul escuro quase preto afia-me o peito por onde and...
Enviado por Vania Lopez
em 17/03/2015 01:24:54
Offline
Vania Lopez
do verbo Blue, odes mínimas.
quando cospe uma morte, explícito ou implícito. desata ruas, meus nós, veste-me de todo lugar. va...
Enviado por Vania Lopez
em 10/03/2015 02:02:56
Offline
Vania Lopez
o ensaio das orações
sob a cintura do vestido aspirava a noite os anéis dos cabelos, mar entreaberto molha os ombros ...
Enviado por Vania Lopez
em 01/03/2015 13:09:21
Offline
Vania Lopez
samba de uma nota só
como se fosse um branco amarrotado perca-se em navios no sal intocado do mar de papel brusco, sem...
Enviado por Vania Lopez
em 24/02/2015 04:20:04
Offline
Vania Lopez
Xangrai
pelas janelas azuis serenam noites brilhas como uma sombra profunda de azul lembro seus olhos tã...
Enviado por Vania Lopez
em 21/02/2015 03:35:53
Offline
Vania Lopez
quase tudo
o céu estava movimentado de estrelas uma dor não especificada põe a nu o quarto com teu sorriso n...
Enviado por Vania Lopez
em 19/02/2015 00:51:18
Offline
Vania Lopez
perdendo-se em barcos que sangram abismos
pela paz que aperta a noite lânguido sossego ruindo o peito qualquer que seja a intensidade aguar...
Enviado por Vania Lopez
em 14/02/2015 03:33:36
(1) 2 3 4 ... 72 »