https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

SONETO AO ENTARDECER

 
O pôr-do-sol me lembra Exupery,
Meu corpo chora, minha alma sorri;
Nobres lições de uma sábia raposa
Nas quais o meu pensamento repousa.

Eu tive em minha sossegada vida
Dias de felicidade garantida,
Recostada sob um ipê amarelo;
Lendo à luz de um ocaso muito belo.

Na minha vã memória, quantos príncipes!
Todos me trazendo desejos livres,
Dando-me rosas, fazendo-me única.

Sempre silente,ao entardecer, sem súplica,
Vejo o pôr-do-sol, sinto-o em plenitude,
Criando em mim eterna juventude.

(Luciene Lima Prado)

 
Autor
Lucienelp
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1201
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
17 pontos
9
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Henrique Pedro
Publicado: 22/03/2010 13:34  Atualizado: 22/03/2010 13:35
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2007
Localidade:
Mensagens: 3821
 Re: SONETO AO ENTARDECER
Olá Luciene,

Quem, na sua juventude,se não encantou com o Principezinho e com essa figura lendária de aviador-poeta que foi Saint-Exupéry?!
Este soneto tocou-me pela temática e também pela sua coerência e harmonia, se bem que não tenha verificado o metro de cada verso que julgo estar regulamentar.

O meu aplauso.

Bj


Enviado por Tópico
Maria Verde
Publicado: 22/03/2010 13:43  Atualizado: 22/03/2010 13:43
Colaborador
Usuário desde: 20/01/2008
Localidade: SP
Mensagens: 3541
 Re: SONETO AO ENTARDECER
Menina, não me envergonho de dizer que até hoje, por vezes, recorro a esse livro belíssimo! seu soneto está lindo!
bj

Enviado por Tópico
Betha Mendonça
Publicado: 22/03/2010 13:48  Atualizado: 22/03/2010 13:48
Colaborador
Usuário desde: 01/07/2009
Localidade:
Mensagens: 6675
 Re: SONETO AO ENTARDECER
Na minha meninice também encantei-me com o livro, e, ainda hoje lembro de partes dele quando perco-me o deserto.Gostei muito do soneto!
Bjins, Betha.

Enviado por Tópico
Sterea
Publicado: 22/03/2010 13:52  Atualizado: 22/03/2010 13:52
Colaborador
Usuário desde: 20/05/2008
Localidade: Porto
Mensagens: 3367
 Re: SONETO AO ENTARDECER
Confesso, acho que nunca tinha lido nada seu. Pecado meu, que nunca ainda lhe tinha sentido em essência, palavras que me falam em verdadeira poesia - aquela que nos sabe a alma, aquela que nos guarda o olhar, para lá do silêncio duma memória comum...
Belo soneto, que rezo consigo.

Beijo!

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 22/03/2010 14:00  Atualizado: 22/03/2010 14:00
 Re: SONETO AO ENTARDECER
o soneto trouxe a tona aquele frescor próprio da juventude. um despertar de lindas imagens nos seus versos.

um beijo e afetuoso abraço Luciene.

Silveira

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 22/03/2010 14:35  Atualizado: 22/03/2010 14:35
 Re: SONETO AO ENTARDECER
Boa-tarde, Luciene.

Parabéns por este belo soneto
que decerto voltarei para ler
à luz de um tranquilo entardecer.

Gostei muito

Bj

Marialuz

Enviado por Tópico
Massari
Publicado: 22/03/2010 16:25  Atualizado: 22/03/2010 16:26
Colaborador
Usuário desde: 07/12/2009
Localidade: Sertãozinho/SP
Mensagens: 1089
 Re: SONETO AO ENTARDECER
tendo como pano de fundo um clássico da literatura, criaste um belo soneto com a
tua personalidade literária
abraço

Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 13/08/2017 15:25  Atualizado: 13/08/2017 15:25
Membro de honra
Usuário desde: 08/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 12249
 Re: SONETO AO ENTARDECER
Um dos melhores sonetos que li por aqui. Quem não sonhou junto com Exupery no "Pequeno Príncipe"? Quem não se enternece na parte da Raposa, do "Cativa-me que eu te cativo"? Que pena que você não está mais contribuindo para o site com sua exuberante poesia. Obrigado pela partilha gratuita.