https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Quando voltas.

 
São desejos de carinhos
Entre a saudade que fica da tua boca
E o sabor do teu corpo.
Deixas a porta entreaberta
Como quem espera voltar,
Quem nesse último suspiro se arrepende
E se perde desse caminho que traçou.
Fica-te bem esse brilho
Esse sorriso que me deixas como lembrança,
Dos momentos que foram nossos
Do tempo que gastámos a amar.
Sentimento de verdade é louco
Nesse jeito de querer tudo
De viver de nada,
E quando me beija como uma brisa de vento
Como a tarde que me embala
É verdadeiro como a tua mão que segura a minha.
É alucinação do lado esquerdo do peito,
Que pela noite se deita ao meu lado
E me conta histórias assinadas pelo teu nome,
É a tua alma que encontrou a minha.

 
Autor
mafii
Autor
 
Texto
Data
Leituras
544
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 04/06/2010 21:55  Atualizado: 04/06/2010 21:55
 Re: Quando voltas.
Uma doce brisa poética. Gostei de ler


Beijo azul