https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

A felicidade é um hóspede discreto

 
A felicidade é um hóspede discreto, Do qual se constata que ela existe quando se esta de partida e, Só percebemos o quanto dói, Depois que ela nos manda embora sem nenhuma palavra, Nenhuma explicação, Aí aprendemos o sabor amargo de sua partida.
Assim como tu fez um dia comigo. Foi triste perceber, que tu não me magoaste com a maior verdade, Mas, sim com a maior mentira, Apesar disso, nunca vou te esquecer, pois agora percebo que tu és, Uma estrela fora de meu alcance. Amei-te não pelo que tu és, mas por aquilo que sou quando contigo estou. Agora todo esse passado me fortalece,
Pois me deu tempo, e fez nesse tempo em mim mudanças.
E aí percebi que Saudade é um lugar aonde, só chega quem já amou.
Aprendi então que tu não tiveste o respeito que tive por você,
Por que nem tu tinhas respeito nem por si própria.
E percebi que os teus limites foram aqueles que tu mesma criaste em tua mente.
E que ainda acreditas ter. Portanto percebi que Você não tinha a vontade de amar, nem a si mesma e nem a mim. Pois quando se ama de verdade a vontade de viver é prioridade na vontade de ser feliz. Bem sei que te assustei, pois fui chegando de mansinho em teu coração como quem não quer nada e fiquei... Percebi que para Você eu não sou a outra metade que procuras. Então eu fui embora, com lágrimas nos olhos e um frio no coração.
Mas menina não faça nunca mais assim. Não magoe, não entristeça ninguém.
Se não achares a tua metade da laranja, procure a tua metade de limão, adoce com açúcar, pinga e gelo. Depois tente ser feliz. Mas sabe, aprendi com Você, que se um dia eu fosse o teu olhar, Jamais permitiria que não me visse e nem o que vai em meu coração.
Com você aprendi que todo caminho é longo quando não se ama,
Mas curto quando um amor nos acompanha. Aprendi com você, que é preciso viver simplesmente viver, coisa que não o faz, E não apenas existir, pois a vida é bela, quando simplesmente se vive, E não a complicamos. Aprendi nessa experiência que tudo o que é bom dura o tempo necessário, Para ser inesquecível. Você me trouxe até aqui, mas, agora já não estou mais em tuas mãos. Por mais que minha razão queira meu coração nunca vai te abandonar, mas com você não vai ficar. O pior foi perceber que tu não eras uma pequena mulher com grandes sonhos, mas sim uma grande mulher com um só e pequeno sonho. Foi triste perceber que tu não tinhas o apetite voraz e os sonhos mais loucos como o meu por você. Percebi ao andar com você que o essencial é invisível aos olhos, pois vem do coração. E com isso notei que possuo um coração cheio de amor e por isso nada temo, pois arrastei todos os vendavais da vida, assim como você, com um sorriso nos lábios. Por isso talvez minha maior glória não esteja em nunca ter caído, mas sim em levantar na vez em que me fizeste cair. Assim aprendi quando nada é certo, tudo é possível. Por isso digo “duas metades iguais”, “se não forem iguais”, “seremos ainda metades”? Portanto digo que toda jóia deve ser lapidada para poder brilhar, mas tu ainda é pedra bruta, permita-se lapidar e aí poderá brilhar.
Permita-se a olhar no espelho e transformar-se para melhor, para poder gostar do reflexo que vê. Permita-se a Amar a si própria, para poder Amar a outra metade. Permita-se a ser feliz para levar a felicidade a quem Amas. Permita-se ser verdadeira, franca e honesta e com os sentimentos dos outros pare de brincadeira, para que alguém possa um dia Amar-te, assim como eu te Amei e te leve a felicidade com eu te levei para uma vida inteira.
Apesar de tudo se ainda estiver viva, que seja de coração Feliz e aprenda Amar como eu te fiz.
Prof. Wagner Jardim 00:59 01/05/2010.


 
Autor
WagnerRogérioJardim
 
Texto
Data
Leituras
1520
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
AnaKostov
Publicado: 17/08/2010 08:59  Atualizado: 17/08/2010 08:59
Muito Participativo
Usuário desde: 16/08/2010
Localidade: Margem Sul
Mensagens: 67
 Re: A felicidade é um hóspede discreto
Interessante a sua missiva.
Um beijo
Ana