https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

No caminho do rio tem algo a mais - Lizaldo Vieira

 
No caminho do rio tem algo a mais – Lizaldo
De crime
Violação
Aberrações
Indecifráveis
Não só pedra
Esgoto
Veneno
Gato e sapato
Muitas barragens
Hidroelétrica
Transposição
Poluição
Devastação
Contudo
Ter o rio
Ver o rio
É preciso
Nos tempos do aquecimento global
No caminho dos sete bilhões
Humanos
Extraterrestre
Irracionais
Saciar a sede
De água que lava a alma
É questão de vida
É vital
Não esqueçamos que os rios
Assim como o homem
Tem algo incomum
Há sempre um vilarejo
Uma cidadezinha
Povoação
Uma cidade
A metrópole
A rotina cotidiana
Será sempre amainada
Tendo o rio
Lago
Mesmo o riacho
Em seu entorno
Vida que segue
Estabelecendo limites
Gerações
Após gerações
O povo brasileiro ouviu o grito de independência
Ás margens do Ipiranga
Não por acaso
O Rio Nilo
É considerado pelos egípcios
Como um presente
Quando parte da população
Cerca de 90%
Encontra-se estabelecida em suas margens
Sem esquecer que
A origem da civilização egípcia deu-se
Há aproximadamente 5 mil anos
Em suas margens
Independente de qualquer coisa
Precisamos ver rio de água doce
A gente não esquece as boas coisas
Água bem friazinha da fonte
Um bom copo d’água
Na hora em a sede mais tirana bate
Ninguém resiste
É gostoso a esse riachinho
Roncando na enxurrada
Quero muito você
Pertinho de casa
Beleza da natureza
Quero ver por mais longa jornada
Jorrando água boa de beber
Por tua fonte sadia
Quero saciar–me da sede dessa água amazônica
Rio da vida
Da sustentabilidade planetária
Da-mi pote d’água
Tenho sede
De novas civilizações
Com gosto e jeito de deixar continuar
O rio vivendo em seu leito
Caudaloso
Piscoso
Largo
Profundo
Se embrenhando
Sertão adentro
Matando a sede
De valente gente




Q U E S E D A N E C U S T O d e V I D A - Lizaldo Vieira
Meu deus
Tá danado
É todo santo dia
O mesmo recado
La vem o noticiário
Com a
estória das bolsas
Do que sobe e desce no mercado
De Tóquio
Nasdaq
São paulo
É dólar que aume...

 
Autor
Lizaaldo
 
Texto
Data
Leituras
559
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
2
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
HelenDeRose
Publicado: 17/11/2011 09:45  Atualizado: 17/11/2011 09:45
Usuário desde: 06/08/2009
Localidade: Sorocaba - SP - Brasil
Mensagens: 2092
 Re: No caminho do rio tem algo a mais - Lizaldo Vieira
Gostei de ver este algo mais no seu poema, que é uma manifestação e homenagem aos rios de todos os lugares. O que seria de nós sem os rios?

Ótimo dia!

Helen De Rose.