https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Introspecção : 

Inconfidências

 
Tags:  introspeção    auto análise  
 
Inconfidências
 
Dou comigo a pensar...
Exercício mental que me persegue
Nem sempre o raciocínio é vital
Também me enreda nas teias da morte
E é dela que eu fujo em cada verso
Tal é o poder da poesia!

Escondo-me nesta ausência de mim
Sei a falta que me faço
Na apatia dos invernos da minh’alma
Estação insípida e letal
Onde me acobardo e subestimo

Sou o fim de todos os meus começos
Já o meio, em nada me satisfaz
É tudo ou nada!
Tanto me faz...
O que eu tenho é pressa de chegar
Ao cais onde atracam os meus sonhos



Maria Fernanda Reis Esteves
51 anos
natural: Setúbal
 
Autor
Nanda
Autor
 
Texto
Data
Leituras
871
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
6 pontos
6
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Felisbela
Publicado: 21/02/2012 19:08  Atualizado: 21/02/2012 19:08
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2011
Localidade:
Mensagens: 2207
 Re: Inconfidências
Olá Nanda!

"O sonho comanda a vida"

Parabéns pelo poema que gostei de ler!

Beijinho

Felisbela

Enviado por Tópico
varenka
Publicado: 21/02/2012 22:48  Atualizado: 21/02/2012 22:48
Colaborador
Usuário desde: 10/12/2009
Localidade:
Mensagens: 4211
 Re: Inconfidências
Brilhante poesia!Parabéns!Bjs

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 21/02/2012 23:06  Atualizado: 21/02/2012 23:06
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29263
 Re: Inconfidências
UM POEMA EXUBERANTE, QUE MARAVILHA, SONHOS MARAVILHOSOS

MARTISNS

Enviado por Tópico
Mariaa
Publicado: 22/02/2012 00:48  Atualizado: 22/02/2012 00:48
Colaborador
Usuário desde: 23/08/2009
Localidade: Braga
Mensagens: 2621
 Re: Inconfidências
E sempre queiras tudo por inteiro
e do sonho teu ser prisioneiro
e do aroma de um profuso canteiro
e dos versos do cancioneiro!

Como sempre um poema ao teu
estilo onde tiras de ti o véu
e integra nos mostras teu céu
com tudo lá num escarceu!

E ABRAÇOS SIDERAIS
DA AMIGA AO INTEIRO DISPOR,
Maria Cotovia«*+*» «*+*»

Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 22/02/2012 17:53  Atualizado: 22/02/2012 17:53
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 17658
 Re: Inconfidências
Sua poesia é a vela que preenche o vento.
Obrigada, anjo bom. bj

Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 22/02/2012 22:51  Atualizado: 22/02/2012 22:51
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: Inconfidências
a tua poesia tem tido uma evolução galopante.
Digo-o com amizade e feliz porque é a prova
que o exercício da escrita nos abre as portas
para que consigamos evoluir sempre mais.
Por mim falo, claro.
Um poema que gostei sobremaneira, minha Nanda.
Beijo amiga querida
Vóny Ferreira