https://www.poetris.com/
 
Textos -> Desilusão : 

QUEM VIU O LUSO-POEMAS

 
Tags:  TEMPOS PASSADOS  
 
Como o Luso -Poemas mudou!

pensei escrever algo sobre o dia da mulher, mas antes de começar a escrever dei uma olhadela pelo Luso para ver o que tinha sido escrito sobre o tema pois que não queria estar a dizer pouco mais ou menos o que já tinha sido escrito e fiquei desapontado.
Sobre o tema do Dia Internacional da Mulher em 63 poemas encontrei à volta de uma dezena,
Leituras, como se o tema não interessasse, muito Poucas e comentários 65!
Mas por onde anda o Luso de outros tempos? Algo está errado. Antes havia muitos comentários e agora a maior parte dos poemas , zero comentário, ou antigamente havia muita hipocrisia e se comentava ou agora há muita sinceridade e então não se comenta porque o os poemas em questão não merecem que se perca o tempo a comentar.
Atenção, não falo por mim, como nestes últimos tempos raramente publico um poema, não tenho de que me queixar, mas que é triste ver assim o Luso, lá isso é.

Entretanto, quero aqui felicitar todas as mulheres por este dia, é uma homenagem que elas merecem, a mulher é um ser extraordinário, é um símbolo de amor e de beleza que a natureza prodigalizou

beijinhos grandes a todas as mulheres.

A. da fonseca


SOU COMO SOU E NÃO COMO OS OUTROS QUEIRAM QUE EU SEJA

Sociedade Portuguesa de Autores a Lisboa
AUTOR Nº 16430
http://sacavempoesia.blogspot.com em português
http://monplaisiramoi.eklablog.com. contos para as crianças de 3 à 103 ans
http://a...

 
Autor
Alberto da fonseca
 
Texto
Data
Leituras
611
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.