https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Já foi tarde

 
Tags:  poeta    poemas    sonhos    epitáfio  
 
Poema novo: Defunto fresco, mau cheiro
Antes que vire carniça, direto ao cemitério

Poema antigo: Já virou ossada ou pedra. Se já
foi esquecido, é coisa de antropólogo ou arqueólogo
Se bem lembrado, estudado, virou coisa de artista
Para não desagradar aos dois e a família, deste não falo

Poema que ainda não veio: Está em cima do muro
Se cair para a esquerda, cai duro. Se for para a direita,
também cai igual ao primeiro

E o poeta? Louco, por certo
Esquecido, morreu de fome
Igual ao segundo, vai junto.


<Peers>

 
Autor
Gabriel-Peers
 
Texto
Data
Leituras
1917
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
12 pontos
2
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Valdevinoxis
Publicado: 23/05/2014 22:54  Atualizado: 23/05/2014 22:54
Administrador
Usuário desde: 27/10/2006
Localidade: Aguiar, Viana do Alentejo
Mensagens: 2056
 Re: Já foi tarde
Muito bom. Gostei da arquitetura e do uso prosado/rimado da escrita. É um texto que não faz sofrer na leitura e chega a conseguir um leveza bem disposta.
Não tinha comentários e aparentemente terá passado despercebido... o que é natural neste luso de beijinhos, "likes" e murais de uso duvidoso.
Bom texto. Digno.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 29/09/2014 21:28  Atualizado: 29/09/2014 21:29
 Re: Já foi tarde (IMPERDÍVEL PESSOAL)
Open in new window


muito show vc,curti pra caramba essa dos defuntos