https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Introspecção : 

Espaço lírico (Cassiano Ricardo)

 
Open in new window



















Não amo o espaço que o meu corpo ocupa
Num jardim público, num estribo de bonde.
Mas o espaço que mora em mim, luz interior.
Um espaço que é meu como uma flor.

Que me nasceu por dentro, entre paredes.
Nutrido à custa de secretas sedes.
Que é a forma? Não o simples adorno.
Não o corpo habitando o espaço, mas o espaço.

Dentro do meu perfil, do meu contorno.
Que haja em mim um chão vivo em cada passo
(mesmo nas horas mais obscuras) para

Que eu possa amar a todas as criaturas.
Morte: retorno ao incriado. Espaço:
Virgindade do tempo em campo verde.

Cassiano Ricardo (1895-1937), poeta brasileiro.
 
Autor
AjAraujo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
695
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Sergio de Sersank
Publicado: 06/04/2012 04:12  Atualizado: 06/04/2012 04:12
Super Participativo
Usuário desde: 13/01/2010
Localidade: Londrina-PR BRasil
Mensagens: 159
 Re: Espaço lírico (Cassiano Ricardo)
É sempre bom reler Cassiano Ricardo e abrir a mente para a reflexão filosófica da finalidade do ser.
Obrigado pelo post.