https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

AMOR ROGADO

 
Open in new window



Não me enganas - se falso é o teu palpitar!
Por mais mentires ainda que no escuro...,
Eu descubro sim!..., este amor que é impuro;
Onde a arte do não querer - se revelar!

Dito as regras por desejos a cumprir;
É afeição que em desprezo, o coração meu
Em teu corpo e sexo..., a mim só amanheceu;
Manhã em horas vazias pra se vestir...,

...Que pra onde vais, a nada me interessa!
Tenho eu o compromisso da saudade,
Mas, agora dela eu não tenho pressa...

Amor rogado..., é essa a realidade
Que acontece, e a ele logo se regressa,
Quando de nós dois bate esta vontade!





Salvador Zimermann Dali


Salvador Zimermann Dali

 
Autor
SURREALISMO
 
Texto
Data
Leituras
778
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
EuniceContente
Publicado: 11/04/2012 13:37  Atualizado: 11/04/2012 13:37
Colaborador
Usuário desde: 05/07/2009
Localidade:
Mensagens: 532
 Re: AMOR ROGADO
"Achadas no calor dos corpos
Amantes de si
Perdidas do mundo
Se unem as bocas
No âmago cósmico
De um paradoxo
Que nem nós entendemos..." ENCONTROS


Amor rogado..., resistir às insistências...