https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Fantasia : 

Nunca Saciado

 
Open in new window





A noite vem e envolve o poeta com seus sabores
Inicia o poeta sua missão de labores
Cabe a ele degustar das iguarias
A anfitriã caprichosa o vigia
Saboreia o viajante as letras
Sempre pelo manto envolvido
De um canto a outro se delicia
Ora é alimentado... Ora alimenta.
Nesse seu labor se lambuza contente
Letras que se juntam transformando em palavras.
Palavras que possuem cheiros, gostos, desejos...
Ora sorri o poeta... Ora chora...
Caminha em volta da mesa encantado
Confessa-se nunca saciado
Pelas iguarias da noite foi fisgado.


Su Aquino

 
Autor
SuAquino
Autor
 
Texto
Data
Leituras
666
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 10/09/2012 01:54  Atualizado: 10/09/2012 01:54
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 16923
 Re: Nunca Saciado
Boa Noite!

Muito lindos seus versos!
Realmente o poeta é insaciável e contagia, com o mesmo vírus, todos os leitores!

Parabéns! Bjos!