https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Tempero Linfático

 
Conflitos abastecem o mercado da hipocrisia
E a mentira se alastra onde a verdade repousa,
Debaixo do tapete joga-se o lixo com a velha vassoura
Enquanto o mundo apodrece eivado de fantasias.

Ambientes ilusórios camuflam o odor da realidade
Que se acumula diante de um tela que é fachada,
Microorganismos se multiplicam e acessam a porta de entrada
Envenenando o pseudo requinte da sustentabilidade.

Tudo com macrobiótica, em doses homeopáticas,
Assim a vida mergulha numa nebulosidade linfática
Em que a cura é transcendental, quase um sonho...

Sobe-se em ladeiras e segue-se em retas de precipícios,
A queda é livre e muitos se amontoam em hospícios
À espera do inconcebível milagre do viver que fica enfadonho!

 
Autor
imelo10
Autor
 
Texto
Data
Leituras
476
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
2
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
HelenDeRose
Publicado: 18/09/2012 16:00  Atualizado: 18/09/2012 16:00
Usuário desde: 06/08/2009
Localidade: Sorocaba - SP - Brasil
Mensagens: 2087
 Re: Tempero Linfático
Quase uma poesia fisiológica da visão existencial.
Uma realidade que acontece todos os dias, nesta esfera,
mesmo assim, ainda acredito na cura pelas mãos da fé, de
quem ainda acredita em sonhos transcendentais.

Gostei de ler.

Helen.

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 19/09/2012 03:29  Atualizado: 19/09/2012 03:29
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 13832
 Re: Tempero Linfático
Belo texto para reflexão!
Que talento!
Parabéns!
Gostei imensamente!
Open in new window