https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

A paz tão esperada

 
Tags:  paz    tranquilidad  
 
Os pássaros que voam
Viajando,
mudando de lugar
sente o ar
nas suas penas,
e os fazem perceber,
que aquele vento lhe traz
a mais pura paz
Que um ser pode ter.

Os campos de arroz
numa tarde de céu alaranjado
no meio da plantação
deitado
escutando o som
que o vento faz
ao balançar em si
a tão esperada paz.

Algo tão vasto e calmo,
sem nada a se preocupar
O escutar do som do silêncio
e uma voz a lhe falar,
de encantos do criador
de versos de amor.

Essa contagiosa energia,
que transmite por um simples olhar
e/ou uma fala mansa,
Que faz tocar
Os seres, até aqueles vistos jamais,
Que neste misterioso mundo há
Enchendo-os da mais pura esperada paz.

Paz que nos traz,
a calmaria
a compreensão
Obediência
A alegria,
compaixão
e a paciência.


 
Autor
xaligo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
723
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 06/12/2012 23:40  Atualizado: 06/12/2012 23:40
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 9716
 Re: A paz tão esperada
Boa noite Caro poeta, a paz, é o ingrediente indispensável para a nosso sadia longevidade, Parabéns pelo seu contagiante poema, um grande abraço, MJ.


Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 14/12/2012 20:19  Atualizado: 14/12/2012 20:19
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 16905
 Re: A paz tão esperada
Poeta Júlio!
Lendo seu poema pensei como seria perfeito se a paz, a compreensão, a paciência, a compaixão fossem contagiosas!
Adorei a leitura! Beijos!