https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

relíquias

 
..tanta coisa, esse perdão que não vem. Assim, esse vago recolhedor de fatos, inventando vida dia-a-dia. Abrir janelas, espantar pássaros, fico no limite do tiro. Vão-se ao longe pilhas de estações. Sou o vago, tanta coisa, esse perdão que não vem..


,,,mas Deus gosta de ser assim também, na forma de Eu!

 
Autor
joakencor
Autor
 
Texto
Data
Leituras
362
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.