https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Quadras ainda mais soltas

 
 
Sorrir não custa nada,
nada pode custar tudo,
tudo pode custar nada,
não custa nada sorrir.

Lutar contra o vento é lutar em vão,
como tentar apagar um incendio
com uma gota de orvalho,
não adianta nada o trabalho,
é mesmo lutar em vão.

Se a rugas são feitas pelo sol,
e a saudade feita pelo desgosto,
que será feito do pobre,
que perde alguem querido em agosto?

Se amanhã nunca cá chega,
e ontem já se foi embora,
hoje é que é para viver mesmo,
pois nós só temos o agora.

Eu quero rasgar o tempo,
por ele ser tão traiçoeiro,
pois não me dá nem mais um minuto,
por mais que eu lhe ofereça dinheiro.

Gostava de voltar atrás,
e desfazer o que já fiz,
viver a vida sem rancor,
rir, amar e ser feliz.

Não custa nada sorrir,
tudo pode custar nada,
nada pode custar tudo,
sorrir não custa... nada.

É ó não é?
 
Autor
Franknbea
Autor
 
Texto
Data
Leituras
731
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.